Revitalização: Orla de Petrolina começa a receber plantas nativas

por Carlos Britto // 07 de julho de 2012 às 09:24

Dando continuidade ao trabalho de revitalização da margem do rio São Francisco, a  Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), iniciou a reposição das plantas nativas em substituição às algarobas que se alastraram na orla da cidade. A ação faz parte do Plano de Recuperação de Área Degradada (PRAD), que abrange também a área onde está sendo construída a Orla III.

A AMMA e a Secretaria de Infraestrutura já haviam realizado a retirada das algarobas na área localizada entre o Círculo Militar e o restaurante Bêra D’água, no final da Avenida Cardoso de Sá. “Nesse momento é que começamos a revitalização de fato, após a retirada das algarobas. A orla poderá aumentar a sua biodiversidade, recebendo plantas nativas como ingazeiras, ipês,umbuzeiros, juazeiros e outros tipos mais apropriados para a região”, afirmou o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Junior.

Buscando o desenvolvimento sustentável da região, a agência estabeleceu para algumas empresas beneficiadas pela concessão de licenças ambientais o plantio compensatório. A reposição da mata nativa da orla está sendo realizada por essas empresas, a exemplo da PDG, responsável pelo plantio dois hectares que totalizam 1.250 mudas na margem do rio São Francisco.

O trabalho está sendo comandado pelo engenheiro florestal Ivan Igor Silva Sá. “A primeira etapa foi a retirada dasalgarobas, que são plantas exóticas e não permitem o crescimento de outrasplantas, além de alastrarem-se rapidamente. Agora estamos na fase do plantiodas mudas e, depois disso, cada empresa ainda será responsável pelomonitoramento do local por um período de dois anos”, assegurou. (fonte: Ascom PMP c/foto)

Revitalização: Orla de Petrolina começa a receber plantas nativas

  1. Que bom!
    Concomitantemente, seria bom que o poder público, através da Guarda Municipal completasse o trabalho, procurando coibir a ação dos vândalos na destruição das mudas recém-plantadas, bem como a armação de barracas nos locais dos plantios; e ainda, o Centro de Controle de Zoonoses esteja a postos apreendendo os herbívoros de pequeno e grande porte para que não façam das mudas, seu alimento.
    AINDA QUERO ME ORGULHAR DA CIDADE QUE AMO E ONDE MORO E DIZER: É UMA CIDADE VERDE E ECOLOGICAMENTE CORRETA.

  2. nina disse:

    Não esqueçam da área onde construíram um big atacadão e um condomínio. Sabemos q ali tb faz parte da margem do Rio São Francisco…

  3. Rafael disse:

    Bonito é passar na orla e ver o rio!!!!! ficou lindo demais!!!! A reposição das plantas nativas vai tirar a beleza……..

    1. Mara disse:

      A manutenção da mata ciliar é fundamental para a vida do rio. Fiquei muito triste com a retirada das algarobas, porém não conhecia esse projeto de revitalização. Queremos ver nossa cidade linda e nosso rio vivo.

    2. Eu hein! disse:

      Vamos fazer uma linda praiona là! Praq planta?

      1. Uma leitora disse:

        Plante inteligencia na sua cabeça oca!

    3. oxi disse:

      Melhor que ver o rio é ver Juazeiro e seu desenvolvimento.

  4. Sanfranciscano disse:

    acho aque a mata ciliar deveria se limitar a 5m da beira do rio, a cidade precisa aproximar-se do Rio São Francisco, não ficar distante, não acho certo encher a orla toda de plantas, vai tirar a bela vista dos petrolinenses.

    1. Uma leitora disse:

      SE NÃO HOUVER A MATA CILIAR VC OU SEUS NETOS VÃO VER APENAS O RESTO DE UM RIO.
      VC JÁ LEU ALGO SOBRE ASSOREAMENTO? O HOMEM SÓ NÃO SE APROXIMOU DO RIO COMO TB DEGRADOU.

  5. Marconi Costa disse:

    E as bolonesas, continuam?

  6. Eder Gomes disse:

    O nome da Avenida onde estão instalados o restaurante/bar BeraDágua, Barretus e Pizzaria Shallon não é Cardoso de Sá, é José Theodomiro de Araújo. É só consultar o site da Câmara de Vereadores.

  7. guerreira disse:

    Será uma beleza revitalizar as orlas,deixando que vejamos a beleza do RIO SÃO FRANCISCO,sem as baronesas que é muita poluição,o esgoto da cidade despejado dentro do Rio.Isso é um crime ambiental e as árvores das orlas iram permanecer morrendo de sede?Gostária de saber se a imobiliaria JNUNES é dona daquele espaço na orla 2,em frente ao Bar Bêra Dágua o que esse é ali pertence á cidade de PETROLINA,está cercado acho muito ilário um forástero logo se apossa o Petrolinense, fica a vê navios morar de inverno a dentro e em minúsculas moradias e ruins.Julio Lóssio eleição está ai cuidado.

  8. Manoel disse:

    guerreira em 7 de julho de 2012 às 20:56 disse:

    Só corrigindo.

    Será uma beleza revitalizar as orlas,deixando que vejamos a beleza do RIO SÃO FRANCISCO,sem as baronesas que é muita poluição,o esgoto da cidade despejado dentro do Rio.Isso é um crime ambiental e as árvores das orlas iram (irão) permanecer morrendo de sede? Gostária de saber se a imobiliaria JNUNES é dona daquele espaço na orla 2,em frente ao Bar Bêra (Beira) D` água o que esse é ali pertence á cidade de PETROLINA, está cercado acho muito ilário um forástero (forasteiro) logo se apossa o Petrolinense, fica a vê (ver) navios morar de inverno a dentro e em minúsculas moradias e ruins.Julio Lóssio eleição está ai cuidado.

  9. Ainda há pouco, publiquei apenas um retumbante “KKKKKKKKKKKKKKK”
    Fiz isso por achar divertido alguns comentários jocosos e irônicos dizendo que preferem uma praiona, preferem ver o rio ao invés das plantas nativas. ISSO É LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
    Estou certo de que não passa de brincadeira, pois se fosse sério, eu criticaria a imprensa, a igreja, a escola e todas as ong’s por nunca terem falado de mata ciliar e sua importância para a vida e sobrevivência do rio, por nunca terem falado da degradação que a proximidade das atividades humanas já provocou ao querido “velho Chico” . Mas tudo isso e muito mais esclarecimento todas essas instituições já propagaram muito bem, inclusive este Blog. Daí, esses comentários seriam decorrentes da mais pura ignorância.
    Então, a conclusão que chego é que é brincadeira. Eita povo bem-humorado. KKKKKKKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *