Comarca de Juazeiro retoma júris presenciais com 12 sessões em 15 dias

por Carlos Britto // 19 de agosto de 2021 às 09:40

Foto: Ascom/divulgação

As sessões presenciais do Tribunal do Júri da comarca de Juazeiro (BA) foram retomadas ontem (18) com a realização de dois julgamentos. Em um deles, Israel Ferreira da Cruz foi condenado pelo crime de homicídio simples a seis anos de reclusão em regime semiaberto. Hoje (19) e na sexta-feira (20) o promotor de Justiça, Raimundo Moinhos, dará prosseguimento às atividades de acusação e atuará em outros quatro júris presenciais, que estavam suspensos por conta da pandemia.

Até o final do mês serão 12 júris realizados em 15 dias na comarca, que estabeleceu normas de segurança para o retorno presencial das atividades. As sessões, explica o promotor, têm previsão de uso obrigatório de máscaras, constante  higienização  das  mãos  de  todos  os  presentes,  bem  como  a  manutenção  de  janelas  e  portas abertas  para  a  circulação  do  ar,  quando  possível.

Tudo está previsto em ato normativo do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA). Raimundo Moinhos lembra que o Tribunal do Júri é o espaço adequado para a apreciação dos crimes dolosos contra a vida, e que os júris permitem o exercício da cidadania por assegurar a participação popular direta nos julgamentos proferidos pelo Poder Judiciário. Ele acredita que a retomada gradual das sessões plenárias são uma forma de assegurar uma resposta estatal aos delitos de maior gravidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *