Com mandato renovado, Professor Gilmar diz ter sido abordado por eleitora sobre ‘boca de urna’: “Dignidade não se compra nem se vende”

3

Um dos vereadores que voltaram das urnas no último domingo (15) com um novo mandato para a próxima legislatura, contrariando os prognósticos de alguns em Petrolina, o professor Gilmar Santos (PT) fez um agradecimento na sessão plenária de ontem (17), na Casa Plínio Amorim, mesclado a um desabafo. O petista obteve 1.735 votos, sendo o 15º vereador mais votado da Casa Plínio Amorim para a próxima legislatura, a partir de fevereiro de 2021.

Esses 1.735 votos são resultado de uma luta, compromisso e respeito à dignidade da população de Petrolina, e de maneira muito particular das nossas periferias, do povo trabalhador, do povo negro, das populações em maior situação de vulnerabilidade social”, ressaltou. O petista não deixou de lembrar da participação de sua equipe, que trabalhou de forma dedicada desde o início do seu primeiro mandato.

O vereador disse ainda que, conquistar a votação que alcançou, é algo que merece ser celebrado todos os dias numa cidade ondem prevalecem “o poderio econômico e a dominação oligárquica”. Nesse quesito, Gilmar lamentou a não reeleição de sua colega de partido, Cristina Costa, e do líder da bancada de oposição, Paulo Valgueiro (PSD). Ele lembrou de um episódio durante a campanha, quando uma senhora perguntou-lhe quanto o vereador pagaria para ela fazer ‘boca de urna’ em favor da candidatura dele.

Eu tive que dizer a ela, muito tranquilamente, de que nós não negociamos nem compramos a dignidade de ninguém, porque dignidade não se vende nem se compra. Quando eu faço isso, eu estou dizendo que a política não serve. Serve talvez para algumas pessoas, que estão acomodadas, a trapaça, o jogo sujo, o atraso social. E nós não temos compromisso com esse tipo de prática”, desabafou. Gilmar também se orgulhou em dizer que fez uma campanha sem que nenhum ‘santinho’ seu tenha sido espalhado pelo chão, sujando a cidade, como ainda aconteceu nessas eleições em relação a outros candidatos.

3 COMENTÁRIOS

  1. A verdade é que a gente sabe como se ganha eleições aqui em Petrolina. Principalmente a laia das eleições proporcionais. Esquina do muro do Moisés Barbosa: voto: R$ 50,00. Canalhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome