Com críticas à atual gestão, chapa Marcones Sá-Edilton Carvalho é homologada em Salgueiro

0
Foto: divulgação

Em Salgueiro (PE), Sertão Central, o PSB oficializou na noite de ontem a candidatura a prefeito de Marcones Libório de Sá e do  empresário Edilton Carvalho (Cidadania) a vice, nas eleições municipais deste ano. Também  foram definidos os 50 nomes que disputarão a Câmara de Vereadores pela coligação ‘Unidos por Amor a Salgueiro’, de oposição ao prefeito Clebel Cordeiro (MDB). A convenção partidária foi transmitida Ao Vivo do Spaço Fest.

Após os discursos da presidente do PDT, Raimunda Barros, e do Cidadania, George Arraes (que também preside a Câmara de Vereadores), Edilton mostrou determinação em ser um vice atuante, criticou planos de governos e campanhas dirigidas por marketeiros e apontou uma forma participativa de construção de propostas. “Vamos olhar pra frente. Vamos conversar com a população de Salgueiro”. Ele ainda falou sobre a necessidade de melhorias nas ações de saúde, de oportunidade do primeiro emprego, de atração de empresas e considerou humilhantes algumas determinações que prejudicam os mais pobres. “Os agricultores muitas vezes não têm uma cesta básica, como é que vão abastecer tratores para servir a população?“, indagou.

Além de criticar a falta de medicamentos básicos nos postinhos,  Marcones Sá lembrou das 50 creches prometidas pela atual gestão, na campanha passada, do desmonte da assistência social, e garantiu que não era o salvador da pátria, mas era possível uma administração com os pés no chão, recursos bem aplicados e a garantia de direitos à população.

A proposta da campanha passada eram 50 creches. Deixamos 3 creches em andamento, Planalto, Cohab e Conceição das Crioulas, com recursos garantidos do FNDE, do Pró-criança e uma só não foi concluída. Isso representa a falta de compromisso com a criança”, afirmou, completando: “uma administração que não tem preocupação com a criança, com sua juventude e com as pessoas que viveram mais, é uma administração sem compromisso social. As políticas públicas da assistência foram, totalmente, abandonadas. Essa semana, eu estive no Centro Social Urbano e na Praça Ceu, na Cohab, e é uma coisa de cortar o coração”.

Depoimentos

Foram exibidos depoimentos de apoio gravados pelo presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, do presidente estadual, Sileno Guedes, do presidente estadual do Cidadania e deputado federal Daniel Coelho, do deputado federal João Campos, do governador Paulo Câmara e do vereador Ednaldo Barros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome