Com crise, financiamento bancário para imóveis fica mais caro

por Carlos Britto // 13 de janeiro de 2009 às 19:23

Quem compra um imóvel na planta pode se surpreender ao receber as chaves. Alguns bancos têm cobrado juros mais caros que o combinado antes da crise financeira mundial. É o caso do economista Luiz Hachebe, que comprou um apartamento em 2006 ainda no projeto. Depois de dois anos pagando a contrutora, a previsão era entrar em um financiamento bancário com juros previstos de cerca 8% ao ano. Agora o imóvel ficou pronto, mas a taxa de juros foi para as alturas: 12% ao ano. “Eu pagaria uma prestação há 30 meses atrás no valor de aproximadamente R$ 1.500. A prestação vai chegar a R$ 2.200 agora”, diz ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.