Com chegada das chuvas, Juazeiro inicia primeiro ciclo de combate à dengue

0

A Prefeitura de Juazeiro começou o primeiro ciclo de combate à dengue, que consiste em visitar os imóveis da cidade, orientar a população sobre prevenção, eliminar larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença e controlar os índices de infestação. Para isso, 73 agentes de endemias já estão nas ruas da cidade.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o programa de combate à dengue tem seis ciclos por ano, realizados a cada dois meses. Isso significa que os 123 mil imóveis serão visitados a cada dois meses, e os agentes de endemias farão combate com larvicidas e orientações à população.

Um problema detectado pela diretoria de Vigilância em Saúde, responsável pelo programa da dengue, foi o uso inadequado do carro fumacê, usado para a aplicação de inseticida, que estava usando substâncias químicas impróprias, e por isso, foi suspenso. O fumacê é utilizado quando os índices de infestação estão acima dos preconizados pelo Ministério da Saúde, que é de 1%.

Em 2020, Juazeiro registrou 2.043 casos suspeitos de dengue. Desse total, 365 foram confirmados. Não foram registrados casos da doença este ano. Com a chegada do verão e a volta da época de chuvas, o risco de contágio da dengue retorna. A dengue é uma doença viral transmitida principalmente pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti. Atualmente os quatro sorotipos circulam no Brasil. O vírus é transmitido pela picada de mosquitos da espécie Aedes que também são responsáveis pela transmissão da chikungunya, febre amarela e Zika. (fonte/foto:Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome