Com ajuda de policial civil, mulher forja próprio sequestro com resgate de mais de R$ 60 mil em Petrolina

12
Material apreendido durante a ação. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil (PC) de Petrolina desbaratou, ontem (17), um esquema criminoso evolvendo um falso sequestro com resgate de R$ 63 mil. A investigação teve início após a comunicação do suposto sequestro ocorrido na última quinta-feira (16), quando homens armados teriam levado a pessoa de Tathiany Suellen Silva Santos e a partir de então passaram a exigir da família dela a quantia em dinheiro para a liberação da vitima.

Após inúmeros contatos telefônicos entre a própria vítima e seu irmão (o pagador do resgate), os sequestradores determinaram que o mesmo se deslocasse até Juazeiro (BA), onde marcariam o local para a entrega do dinheiro e libertariam a vítima. Na ocasião, em local não informado pela PC, foi feito o cerco policial e, após o pagamento e resgate e liberação da mulher, os homens foram perseguidos pelas equipes policiais e abordados. Nesse momento, um deles sacou uma arma contra o policiamento, mas foi dominado e desarmado.

A partir de então, passaram a informar às equipes que na verdade o sequestro teria sido forjado por Tathiany, fato compravado através de mensagens de WhatsApp entre todos os envolvidos. Durante a abordagem, foi identificado como um dos sequestradores, o policial civil do Estado da Bahia, José Flávio Oliveira da Silva, lotado em Juazeiro. Além de Tathiany e José Flávio, foram presos Ayron Maxsuel dos Santos e Israel Alexandre de Barros.

Foram apreendidos durante a operação uma pistola calibre .40 com quatro carregadores municiados, uma moto Honda C 100 Biz e o dinheiro pago como ‘prêmio’ do resgate. Após a formalização do auto de prisão em flagrante, os presos serão encaminhados à audiência de custódia do plantão judiciário de Petrolina, onde ficarão à disposição da Justiça. A operação foi coordenada pelos delegados Daniel Moreira e Gregório Ribeiro, da 214ª Delegacia de Petrolina.

12 COMENTÁRIOS

    • Kkkkkkkkkkk certo, prisão em flagrante! qual é a verdade que tem q saber? Malandra bandida, o cunhado é filho do prefeito de lagoa grande por isso ela sabia q dinheiro não iria faltar! Tem q passar uma boa temporada na cadeia pra aprender e esse bandido desse polícia ser expulso! Vamos parar de defender o errado! Por isso o Brasil não muda!!!

      • Olha outro impostor se passando por mim aqui. É muita gente invejosa, ignorante e imbecil nesta cidade. Como eles não tem criatividade (deve ser pobre também), vivem a copiar os outros, ou quando não podem copiar difamam. Deve ser eleitor de Coelhos também, ou petista…

          • Tá vendo impostor? Eu tenho criatividade para criar pseudônimos criativos como estes, tenho uma verdadeira biblioteca de livros já lidos, já visitei vários países e conheci várias culturas, em outubro após as eleições irei para Sidney na Austrália fazer um tour por lá.. Já tu… bem, o máximo que tu consegue com essa tua mente limitada é assistir novela da globo, e achar que Petrolina só é grande por causa dos “Cueios”, e que Lula tirou 1 bilhão de pessoas da pobreza… Essa é a diferença entre nós… Sorry!

  1. Estes dois defensores da liberdade, não passam de dois idiotas se assim não fossem colocariam seus nomes ao invés de se esconderem atrás de pseudônimos e este segundo aí deve viajar muito mesmo, porque ainda tem duvidas que o desenvolvimento de petrolina deve-se a família coelho.
    Gostaria que ele mostrasse uma obra de destaque em petrolina que não tenha sido realizada por um dos coelhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome