Coluna do Blog

20

Mandato Coletivo pode ser a novidade na nova legislatura da Casa Plínio Amorim

Pela primeira vez a Câmara de Vereadores de Petrolina pode ter um mandato coletivo. É que dois nomes de uma mesma família já se juntaram para a disputa e ainda esperam um terceiro participante. O tio Jacson e o sobrinho Tiago Rozendo já estão na luta e já conversam com os amigos para apoio a essa candidatura inédita.

A família já esteve na Casa Plínio Amorim, representada pelo ex-vereador Ronaldo Rozendo.

Em Pernambuco, na Assembleia Legislativa (Alepe) o Coletivo “Juntas” já ocupa uma das 49 vagas da casa.

Em política, mandato compartilhado é uma forma de exercício de cargo eletivo legislativo, em que o representante se compromete a dividir o poder com um grupo. Enquanto em um mandato tradicional o legislador tem a liberdade de votar de acordo com seus interesses e consciência, no mandato coletivo o legislador consulta as pessoas antes de definir seu posicionamento frente a matérias legislativas. Assim, a vontade do grupo determina o posicionamento e voto do legislador.

No Brasil, o mandato coletivo ou compartilhado não é oficial. Ele é exercido a partir de um acordo informal entre o parlamentar eleito e o grupo que o apoia. Dessa forma apenas um poderá votar e participar das sessões plenárias.

Em conversa com este blogueiro, os pré-candidatos se dizem animados: “Sim, estamos animados e conscientes. A campanha não começou e vamos esperar o tempo legal para isso. Mas já temos a confiança de muitos amigos e apoios importantes. Mas isso tudo será dito na hora certa”, afirmam.

Possível substituto

O baiano Elmar Nascimento (DEM) é um dos cotados para substituir Rodrigo Maia (DEM) no comando da Câmara dos Deputados, de acordo com o jornal o Estado de S.Paulo. A publicação afirma que Maia deve apoiar Nascimento e viabilizar a manutenção do partido na presidência da Casa. O líder do DEM, por sua vez, desconversou sobre a possibilidade. “Essa disputa está muito longe para fazermos conjecturas”, disse ao Estadão.

Trégua

A aproximação do prefeito Paulo Bomfim (PCdoB) com o titular da 6ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf, Elmo Nascimento, pode render bons frutos para Juazeiro. No último mês de maio, eles se reuniram para alinhar as pautas em comum e que beneficiem a população da cidade, principalmente nas áreas que mais necessitam: pavimentação, saneamento, saúde e melhorias para perímetros irrigados.

Avalição pós-festejos

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, deverá fazer em breve sua avaliação dos festejos juninos deste ano. Mas pelo que o gestor já andou comentando, ele deve apresentar um balanço para lá de positivo do evento.

20 COMENTÁRIOS

  1. Espero que esse tal “mandato coletivo” não se transforme em mais uma oportunidade para mais pessoas se usufruírem das tetas públicas.
    Nesse meu Brasil de tantas mutretas, as boas ideias soam como ameaças.

  2. É bom que os três sejam rejeitados nas urnas. Rejeição coletiva. Isso aqui não é curral para família querer mandar não. Estamos em 2019, não em 1889.

    • Eu não, mas você já vive em um. Pleno 2019, exploração de empresas privadas do espaço, avanço da fusão nuclear, e tem gente que ainda acha bonito uma família lançar três de seus rebentos para mamar

    • Eu não, mas você pelo visto já vive em um. Pleno 2019, exploração do espaço por empresas privadas, avanço da fusão nuclear, e tem gente que ainda acha bonito uma família lançar três de seus rebentos para mamar nas tetas do erário. Depois esse povo vem reclamar do desemprego, da corrupção e da violência crescente. O povo tem o governo que merece.

  3. Já temos em Petrolina uma grande família fazendo um excelente trabalho, que é a família do nosso Prefeito Miguel Coelho, juntamente com seu Pai Senador Fernando Bezerra e irmãos Fernando Filho e Antônio Coelho. Será de grande favorecimento a PETROLINA ter Integrantes da família dos Rosendos na Câmara em 2020. Tem meu apoio e voto já. Excelente família tradicional de Petrolina, tradição de fé, amizade e irmandade. Petrolina mais forte é o que a gente precisa, pessoas honestas pra governar nosso País.

  4. Minha nossa, esse povo se acha mesmo. O Jackson é até simpático, mas pensa que o envolvimento com a igreja lhe trará voto, muito pelo contrário, é mais um absurdo. E o Thiago, misericórdia. Acorda meu povo, o resultado vcs vão ver, derrota

    • Minha nossa, esse povo se acha mesmo “e realmente merecem”. O Jackson é até simpático, “honesto, Responsável, homen íntegro e de confiança”, mas pensa que o envolvimento com a igreja lhe trará voto, “com certeza, pessoas de bem querem representantes de bem para nós ajudar, para nos representar”. E o Thiago, “mesma coisa porém mais novo e com toda capacidade de um jovem para lutar pelos nossos direitos. Vai ter a força da juventude para ajudar nosso Prefeito cada vez mais por uma Petrolina melhor”. Acorda meu povo, o resultado vcs vão ver, derrota da corrupção, derrota da desonestidade, derrota da extorsão.
      E uma grande vitória para Petrolina. Petrolina merece boas pessoas no poder para ajudar no crescimento de Petrolina sem corrupção. Nesses eu apoio de graça
      #Rosendos2020

  5. Um vereador em Petrolina ganha mais de 15 mil reais o que dá um prejuízo de cerca de 20 milhões por mandato (faça as contas), gasto só com salário, fora gastos administrativos, com diárias, assessores, e outras benesses , se um vereador ganhasse no máximo um salário mínimo (na minha opinião deveria ser voluntário) queria ver quantos desses iriam se candidatar.

  6. Eles tem q tentar algo diferente pra tentar voltar a câmara, pois tem a certeza q com a candidatura tradicional não voltam nunca.
    Pra ser bem sincero, espero q essa candidatura coletiva não vingue. Isso é so uma forma de ganhar visibilidade e tentar ganhar com o apelo da mídia.

  7. É importante compreender que os dois cidadãos estão em articulação preliminar, por se acharem capazes em contribuir para Petrolina continuar sendo exemplo de crescimento e de oportunidade. Estão livremente exercendo um direito que é de todos e incentivados por muitos, democraticamente. Os poucos contrários que façam o mesmo.

    Agora, é bom lembrar que essa empreitada é própria e destinada somente aos homens de boa vontade.

  8. Vendo esses comentários aplaudindo só posso sentir pena das pessoas deste país. Vivem na miséria para dar boa vida aos outros. O Brasil sempre foi administrado por “famílias tradicionais” na política e estamos vendo aí o resultado: 70% de analfabetismo funcional, mais de 40 milhões da força de trabalho em situação de desemprego ou trabalho informal, metade da população convivendo com esgotos à céu aberto, ou sem água tratada em casa…

    Boa sorte com os políticos das famílias tradicionais de vocês!

      • Já tenho ações demais, por exemplo tentar abrir os olhos desse povo, mas tudo o que eu comento tem base científica, não é blábláblá atirado ao vento. E critico quem eu quiser, acima de mim só existe a camada de ozônio. Achou ruim? Pule da ponte que resolve…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome