Coluna do Blog

2
Foto: Hélia Scheppa/SEI-PE

Paulo Câmara, FBC, Jarbas e Humberto: Hora de desarmar palanques e se unir por Pernambuco

O governador Paulo Câmara (PSB) esteve ontem (16), no Campo das Princesas, com os três senadores de Pernambuco. Estavam lá Humberto Costa (PT), Jarbas Vasconcelos (MDB) e Fernando Bezerra Coelho (MDB). Depois de muitas rusgas, eles se reuniram com Paulo em prol do Estado.

Pelo menos é o que dizia a agenda oficial do governador. E tem que ser assim. A campanha eleitoral já é página virada. Depois disso, todos deveriam desarmar os palanques e lutar em prol do povo que lhe confiou o voto, a história e o dia a dia do Estado a cada um deles.

Paulo e FBC fatalmente ainda se enfrentarão nas próximas eleições, em 2020. Não se sabe em que palanque ou em que esfera o senador vai estar. Mas com certeza deverá estar numa chapa de oposição, porque é ele quem é o protagonista maior da oposição em Pernambuco, neste momento. Sim, porque Armando Monteiro Neto (PTB) já perdeu outra eleição, e nem Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) deverão ser protagonistas na próxima.

Se Fernando será o candidato a governador, se será um filho seu ou outro aliado, ninguém sabe. Mas é certo que ele deverá estar na oposição. Só que nesse momento é hora de descer mesmo do palanque e continuar o trabalho por Pernambuco. O país mudou. O recado das urnas, desde a eleição de Jair Bolsonaro, foi claro.

O eleitor não escolhe mais seus políticos pelas conveniências deles, mas pelo que o país, o Estado e os municípios precisam. Esses sinais foram evidentes, só não vê quem não quer. E quem não vê, pode perder o trem da história.

Pedidos de vistas

As contas do prefeito de Jaguarari Everton Rocha (PSDB), referentes ao exercício financeiro de 2017, que estavam em pauta de julgamento do dia 19 de dezembro de 2018, foram retiradas de pauta por conta do pedido de vistas de um dos conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) e deveriam retornar à pauta em 72 horas, mas até hoje (17) continua “em pedido de vistas”.

Paulo Bomfim vai virar a casaca

O prefeito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim (PCdoB) é torcedor do Vasco, mas disse que no próximo dia 6 de fevereiro, quando seu time irá enfrentar a Juazeirense pela Copa do Brasil, sua torcida será para o time da casa. “Todos nós precisamos estar de braços dados, para que a Juazeirense traga o Vasco e dê cacete no Vasco. Sou vascaíno, mas vou torcer para a Juazeirense, dando toda energia positiva”, afirmou o gestor.

Lídice fora do Governo Rui

A deputada federal eleita Lídice da Mata (PSB) afirmou que seu partido ainda não foi convidado para ocupar nenhuma secretaria na nova gestão do governador Rui Costa (PT). À imprensa da capital baiana, a parlamentar, no entanto, assegurou que a legenda tem recebido “toda a atenção, generosidade e gentileza” do petista. A pessebista também negou que tenha recebido convite para ser secretária de Justiça e Direitos Humanos, deixando claro que continuará em Brasília por uma orientação da direção nacional do partido. “O PSB, nacionalmente, tomou uma decisão de indicar que os deputados federais permaneçam em Brasília“, declarou.

2 COMENTÁRIOS

  1. O gargalo principal e maior desafio para a bancada dos senadores pernambucanos será reverter a decisão da concessionária da ferrovia transnordestina de priorizar a conclusão da obra no trecho que interliga o interior nordestino ao porto de Pecém, no Ceará, em um claro sinal de privilegiar o referido estado em detrimento do porto pernambucano. As perdas serão enormes para o porto de Suape, inclusive comprometendo sua vocação natural de ser o principal porto logístico do nordeste, já que, com a ampliação do canal do Panamá, as embarcações que saíam da Ásia em direção ao Brasil atracarão em Pecém, e não mais em Santos, como é atualmente, servindo a ferrovia como escoadora a partir de Pecém para todo o nordeste e também para o restante do país. Convém lembrar que atualmente quem ostenta o posto de maior porto logístico do nordeste é o porto de Suape, justamente por sua posição estratégica no nordeste, vez que, em um raio de 800km, cerca de 80% do pib nordestino é abrangido pelo equipamento, servindo as rodovias pernambucanas como principais vias escoadoras para todo o nordeste. A ferrovia transnordestina sempre foi um pleito pernambucano, não há razão de se privilegiar um porto em detrimento do outro, já que o objetivo da mesma é a integração naciona.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome