Coluna da Folha: Raquel vence e o desafio é unir Pernambuco

por Carlos Britto // 31 de outubro de 2022 às 07:19

Foto: Américo Nunes/divulgação

Por todo o Interior de Pernambuco se comemorou vitória incontestável da ex-prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB). Nem a força do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi capaz de fazer colar o voto da adversária dela, Marília Arraes (Solidariedade) e fazê-la vitoriosa em Pernambuco.

Marília liderou o primeiro turno o tempo todo. Tinha uma margem larga que lhe dava, inclusive, tranquilidade para não participar de nenhum debate contra os outros competidores, o que gerou críticas imensas de todos os adversários.

Foi para um segundo turno complicado, recebendo o apoio do rejeitado PSB, partido que ela cresceu dizendo que não tinha mais nada a oferecer a Pernambuco. O eleitor não entendeu esse pedaço da história.

Raquel Lyra (PSDB) passou por um drama pessoal, com a perda do seu marido, e recebeu o abraço do eleitor e novos aliados. Já no primeiro turno apareceu com um número surpreendente e foi crescendo, até chegar à vitória. Foi essa a história do segundo turno em Pernambuco, que acabou ontem elegendo a primeira mulher que vai governar o Estado.

O desafio agora é formar o governo e governar com um palanque ampliado, que é ótimo para ganhar e ruim para administrar em um novo momento que começa em 1º de janeiro de 2023.

Bal de Mimoso ganha

Em Pesqueira, Bal de Mimoso (Republicanos) e Guilherme Araújo (Republicanos) foram eleitos prefeito e vice-prefeito do município. Eles receberam 65,7% dos votos válidos. O segundo lugar ficou para Doutor Peixoto (MDB) e Maria José (União Brasil), que obtiveram 34,85%. A cidade passou por eleição suplementar depois que Marquinhos Xukuru ficou inelegível. Votaram na cidade 13.574 eleitores.

Charles vence

Em Joaquim Nabuco, Mata Norte de Pernambuco, Charles Batista (Solidariedade) se elegeu como prefeito com 53,83% dos votos. O seu vice-prefeito foi Gilvan Silva Barreto, do mesmo partido. A eleição no município aconteceu após o prefeito Neto Barreto e o vice-prefeito Eraldo Veloso tiveram as candidaturas cassadas, quando o candidato a vice foi flagrado jogando dinheiro para eleitores.

Comemorou

O prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, comemorou a eleição da parceira, Raquel Lyra: “Foi o desejo da maioria dos pernambucanos. A vitória de Raquel Lyra e Priscila Krause representa o desejo de mudança, que sentimos nas ruas, por todo Pernambuco, de ponta a ponta, durante essa campanha. É a vitória de uma guerreira que enfrentou todo tipo de obstáculo e desafios capazes de enfraquecer qualquer ser humano, mas ela foi determinada, corajosa e focada. Enfrentou a máquina do governo e uma lamentável enxurrada de Fake News. A vitória de Raquel e Priscila também foi a nossa vitória. Não foi uma vitória fácil, foi de muita luta e desafios”.

Reconhecendo

Anderson Ferreira, presidente do Partido Liberal (PL) em Pernambuco, parabenizou Raquel Lyra (PSDB) pela vitória para o Governo do Estado nas eleições de 2022. Ele lembrou que foram colocadas três candidaturas que, claramente, estavam no campo de oposição ao PSB e defendiam uma mudança efetiva, compostas pela sua, a de Raquel e a de Miguel Coelho (UB). “O povo pernambucano escolheu Raquel, mas mais do que isso, mandou um recado inequívoco de que quer mudar”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.