Coluna da Folha: PT de Serra Talhada vai reclamar da postura da prefeita Márcia ao diretório estadual

por Carlos Britto // 30 de dezembro de 2022 às 07:00

Foto: Reprodução

As últimas decisões da prefeita de Serra Talhada, no Pajeú, Márcia Conrado (PT), têm causado tensão nos integrantes do partido. A prefeita exonerou nesta semana diversos secretários e isso não agradou em nada os aliados. O ex-prefeito da cidade e peça fundamental na eleição de Márcia, Luciano Duque (SD), chegou a agradecer aos nomes que saíram do governo e disse que a decisão era “prerrogativa da prefeita”.

As canetadas da líder petista desagradaram também a presidente municipal da legenda, Cleonice Maria, que disse, em programa de rádio, que levará a postura da gestora para avaliação do diretório estadual.

Segundo Cleonice, a mudança de postura da prefeita começou após o segundo turno das eleições para o governo de Pernambuco, quando ela decidiu ir contra a orientação do partido e apoiar a candidata governadora eleita do PSDB, Raquel Lyra.

“No primeiro turno, a minha companheira Márcia Conrado disse que apoiava Danilo Cabral (PSB) por orientação do partido. No segundo turno, o partido orientou apoiar Marília, mas ela foi apoiar Raquel Lyra”, disse, ressaltando que se o motivo das exonerações for pelo apoio à Marília adotado pelos ex-secretários no segundo turno, esta justificativa não se sustenta.

Apesar do ruído interno e da insatisfação coletiva, a presidente fez questão de salientar que não pretende abrir mão do nome de Márcia para as próximas eleições municipais: “Ela tem tido esse comportamento diferente do que a gente estava acostumado; mas a gente não avalia isso como uma postura de que a gente vai sair com outra candidatura, de forma alguma. Ela continua conosco, enquanto ela estiver nos nossos quadros, no nosso partido, ela vai continuar tendo o apoio do PT”, finalizou. Enquanto isso, Conrado ainda não emitiu nota oficial sobre o assunto que fervilha.

Sem entendimento

O grupo liderado pelo deputado estadual Tony Gel (PSB), em Caruaru, já fechou entendimento e seguirá militando na oposição durante a gestão do prefeito Rodrigo Pinheiro (PSDB). Eles não gostaram nada de recentes declarações do prefeito sobre a derrota de Tony e Tonynho nas últimas eleições. O grupo ainda não decidiu a postura nas próximas eleições, mas não descarta que Tonynho Rodrigues possa sair candidato a prefeito.

Mais recursos

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL) anunciou a liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para Garanhuns, Brejão, Caruaru, e Bom Jardim.  Ele disse que está em Brasília buscando mais. “Estou cuidando da creche do bairro de São João da Escócia, em Caruaru, que já tem recursos empenhados no Orçamento Geral da União, mas solicitamos um acréscimo nesse empenho para que a liberação seja feita o mais rápido possível. Também pedimos celeridade para que a obra de uma escola no bairro Cohab 3, em Garanhuns, possa ser iniciada o quanto antes. Além disso, discutimos recursos para os municípios de Brejão e Bom Jardim, que deverão ser liberados já no começo de 2023”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.