Coluna da Folha: No Congresso não entram, mas em Santa Cruz não respeitam

0
Foto: reprodução

O pão do pobre só cai com a manteiga para baixo”. Essa frase sertaneja foi ouvida por cidadãos de Santa Cruz do Capibaribe, em uma alusão à Câmara de Vereadores da cidade em relação ao Congresso Nacional. É que na madrugada do último domingo (16) a Casa Legislativa do município do Agreste pernambucano foi arrombada. Quando os funcionários da Casa chegaram para trabalhar na manhã de ontem (17), encontraram portas arrombadas, forro perfurado e diversas gavetas reviradas com papéis espalhados pelo chão.

Segundo os trabalhadores do local, as câmeras de segurança estão sendo analisadas para tentar elucidar o fato. O presidente da Casa Dr. José Vieira de Araújo, Capilé da Palestina (PSD), emitiu uma nota afirmando que a Polícia Militar esteve no local para a recolhida de provas e de informações e foi registrado o Boletim de Ocorrência (BO).

Em Brasília nada acontece, deputados e senadores ficam de boa e ninguém entra pra roubar lá dentro. Mas por aqui não respeitam nem os vereadores. Onde vamos parar?”, reagiu um morador das proximidades, indignado.

Saúde

Quem bateu ponto no Sertão do Araripe foi o secretário estadual de Saúde, André Longo. Em Araripina, Longo acompanhou a implantação de serviços assistenciais na região no Hospital e Maternidade Santa Maria, onde conferiu a estrutura da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal da unidade filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS) no Araripe. Em Ouricuri, inaugurou o serviço de hemodiálise do Hospital Regional, voltado para pacientes internados em UTI.

Até o ministro?

O ministro da Cidadania e deputado federal licenciado, João Roma (Republicanos), alertou para um golpe aplicado por criminosos no aplicativo de mensagens WhatsApp. Eles estão utilizando o nome e a foto dele para chegar a prefeitos do Interior da Bahia. Na mensagem enviada, eles dizem que o contato é referente à uma doação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de alimentos, “Kits Covid” e testes de coronavírus. Em seguida, pedem que os prefeitos entrem em contato para o envio de documentação. O ministro já comunicou o caso à Polícia Federal.

Finalmente

Após dois anos de reforma, o Hospital Municipal de Orocó finalmente foi entregue à população. As obras de requalificação da estrutura física da unidade hospitalar foram entregues faltando apenas dois dias para completar dois anos do início da recuperação. O prefeito Gueber (PT) está otimista sobre a eficiência da unidade.

Merendeiras em atraso

Quase dois meses com salários descontados e  valores que chegam a mais de 60% menos no vencimentos. É essa a situação das merendeiras que atuam na rede estadual de ensino em Pernambuco. A denúncia é de João Soares, presidente do Siemaco, sindicato que atua em defesa da categoria. Ele informou que a situação atingiu todo o Estado e que, além do Siemaco, outros dois sindicatos estão com este impasse, buscando uma solução paras as merendeiras que atuam no agreste e na Região Metropolitana do Recife. As trabalhadoras já informaram que se os descontos não forem devolvidos para os salários delas, entrarão em greve na próxima quarta-feira (19). A entidade já entrou com uma ação no Ministério Público de Pernambuco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

cinco + cinco =