Coluna da Folha: Fernando Filho entre a votação histórica em Petrolina e a vitória que não veio

por Carlos Britto // 04 de outubro de 2022 às 07:11

Foto: divulgação

Se a vitória não sorriu para Miguel Coelho (UB), que foi o candidato do União Brasil ao Governo de Pernambuco, seu irmão e principal articulador político tem muitos motivos para comemorar.

Com 155.305 votos nas eleições, o deputado federal Fernando Filho (UB) assegurou o quinto mandato. O resultado representa um crescimento expressivo em relação a 2018, quando teve 92.188 votos. Somente em Petrolina, seu berço político, Fernando Filho conquistou 51.765 votos, consagrando-se como o parlamentar sertanejo mais votado em Pernambuco.

O deputado iniciou a sua trajetória política no Sertão, mas ganhou destaque pela articulação de recursos e investimentos para municípios de todo o Estado, expandindo as suas bases eleitorais.

Formado em Administração e com reconhecida capacidade de articulação política, o deputado foi eleito pela primeira vez em 2006, com apenas 22 anos. Renovou seu mandato com ampla votação por quatro vezes consecutivas, com expressivo apoio do eleitorado sertanejo. Em 2016, exerceu o cargo de ministro de Minas e Energia, onde trabalhou pela reestruturação da Eletrobras e da Petrobras, que enfrentavam uma grave crise.

Os últimos quatro anos foram de muito trabalho por Pernambuco. Fizemos de tudo para que não faltassem recursos para os municípios, para as obras de pavimentação, apoio na saúde e ao homem do campo. Agora, vamos continuar trabalhando por mais investimentos”, declarou.

Fernando Filho é o irmão mais velho de Miguel. Foi ele quem lançou o irmão desde sua primeira candidatura a deputado estadual, apesar do líder da família ser o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). E se tem alguém que sofreu com o insucesso na eleição de Miguel, foi ele.

Mais mudanças

Mudança no primeiro escalão em Caruaru: André Teixeira Filho deixou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa da prefeitura. A demissão será confirmada hoje no Diário Oficial do Município. Outros que também deixam os cargos são o secretário executivo de Serviços Públicos, Ramon Abelenda, e o ex-secretário Rodrigo Miranda, que era executivo de Educação e Esportes.

Codeputados

Com mais de 46 mil votos, o deputado Romero Albuquerque foi reeleito para mais um mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Com ele, o ex-secretário dos Direitos dos Animais, Luís Romero, também assumirá a vaga na Alepe. Únicos no Brasil, Romero e Luís assumirão o primeiro mandato coletivo da causa animal e também o primeiro coletivo masculino do Estado. O codeputado foi diretor do Instituto Agronômico de Pernambuco e secretário dos Direitos dos Animais do Recife.

A bronca do ex-prefeito

O Ministério Público Federal (MPF) obteve a condenação do ex-prefeito de Salgueiro (PE), no Sertão Central, Clebel de Souza Cordeiro (PL), pelos crimes de invasão de terras da União e furto de água de canal do Rio São Francisco. A denúncia foi oferecida pelo MPF em 2020, após o ex-prefeito recusar o acordo de não persecução penal que o órgão havia proposto. Ele recebe as penas de seis meses de prisão pela invasão das terras e um ano pelo furto de água, bem como pagamento de multa. A Justiça Federal, no entanto, fez a substituição por prestação de serviços à comunidade e pagamento de 10 salários-mínimos à entidade com destinação social. Além disso, condenou Clebel a pagar 100 salários-mínimos pelos danos que causou com a sua conduta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.