Coluna da Folha: Em Custódia, Manuca de Zé do Povo está na mira do TCE-PE

por Carlos Britto // 23 de agosto de 2022 às 07:00

Custódia-PE (Foto: Reprodução Site da Prefeitura)

Hoje é o dia de dor de cabeça para o prefeito do município de Custódia, Manuca de Zé do Povo (PSD). O motivo é que o Tribunal de Contas de Pernambuco julga o objeto de auditoria realizada na Secretaria Municipal de Saúde. Segundo o relatório de auditoria, o município recebeu recursos públicos na ordem de R$ 618.040,00, sem a comprovação da prestação dos serviços médicos.

O documento relata ainda que o Fundo Municipal de Saúde (FMS) celebrou contratos para enfrentamento da Covid-19 para locação de obra especializada, através de um Processo de Dispensa de Licitação, para o fornecimento de médicos generalistas para atuarem em regime de plantão em virtude da pandemia causada pela doença, por um período de 3 meses, tendo sido o contrato aditivado com a inclusão de adicional de insalubridade de 20%.

O relatório destaca ainda que a administração municipal não realizou estimativa de preços e composição de custos, nem apresentou o detalhamento e a justificativa da quantidade de horas de serviços médicos demandados para atendimento dos pacientes nas unidades de saúde de Custódia, para evitar superfaturamento de preço ou de compras em quantidades superiores à efetivamente necessária.

Emmanuel Fernandes de Freitas Gois (PSD), o ‘Manuca de Zé do Povo’, venceu Marcillio Jerônymo de Alencar (Avante) em 2020, recebendo 64,49% dos votos válidos – um total de 12.903 votos.

Acessibilidade

A candidata a governadora do Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), aposta em seu plano de governo no Programa ‘Pernambuco Acessível’, que tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiências no Estado. Raquel anunciou o projeto nesta semana, que celebra este público até o dia 28. Segundo Raquel, o programa vai promover a acessibilidade e inclusão social, buscando a autonomia e melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência.

À revelia

Em Tuparetama, o vereador Arlã Markson foi reeleito para o biênio 2023-2024 e presidirá a Câmara de Tuparetama, com o voto de oposicionistas, o que irritou os colegas da situação, como Sávio Torres e outros que ocupavam a Mesa Diretora. Vandinha da Saúde, Luciana Paulino e Valmir Tunú renunciaram aos cargos e, insatisfeitos, não compareceram à sessão de hoje. Vandinha, Luciana e Valmir não aceitavam Arlã novamente, sustentando que a vez era deles.

Fechou com Gás

A candidata a deputada estadual Socorro Pimentel (PTB) segue correndo atrás do prejuízo depois do rompimento com  o grupo do senador Fernando Bezerra (MDB). Ela acaba de receber apoio do vereador de Petrolina, Júnior Gás (Avante), que também rompeu com os Coelhos. Júnior Gás é candidato a deputado federal e está no segundo mandato.

Eles que se expliquem

A candidata ao governo de Pernambuco, Marília Arraes (Solidariedade), continua sua saga em incomodar o PSB com sua proximidade com o ex-presidente Lula. Ela disse que não tem que explicar nada sobre sua relação com ele. “Quem tem que explicar é o PSB, que, quando o vento sopra para um lado que não é favorável a Lula, eles vão e apoiam Aécio Neves, o impeachment, fazem uma campanha contra o presidente Lula e seu partido como fizeram em 2020. E, quando está favorável, eles colam em Lula para tentar se aproveitar da popularidade dele“, disparou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.