Coluna da Folha: Duque com o pé na estrada

0
Foto: Reprodução

O ex-prefeito de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, Luciano Duque (PP), já está com o pé na estrada. Ele mira as eleições de 2022 e o verbo é conversar. Para isso, Duque mantém extensa agenda política e agora corre trecho. Ele tem se encontrado com diversos personagens políticos.

Na última quarta-feira (3), ele esteve em Belém do São Francisco, onde conversou com o líder político e empresário Gilmar Freire, além do presidente da Câmara de Vereadores, Vandinho Marcula, que levou outros companheiros.

A aposta de Duque em Gilmar Freire é por causa do seu trabalho para o deputado federal Fernando Monteiro (PP), que lhe ofereceu mais de 2.500 votos na última eleição, sendo o majoritário na cidade. O candidato do grupo de Gilmar foi o majoritário naquele pleito eleitoral.

O ex-prefeito vai contando sua experiência, durante os mandatos a frente da prefeitura de Serra, e já colocando o seu nome visando a chegar a Casa Joaquim Nabuco. Uma pergunta que ficou sem resposta, no entanto, é de como ele, que se diz anti-PSB, vai explicar a dobradinha com Fernando Monteiro, que é do time do governador.

Fura-Fila

A deputada estadual delegada Gleide Ângelo (PSB) comemorou a aprovação do projeto de lei sobre a aplicação de multas administrativas para quem fraudar a ordem de preferência estabelecida durante a imunização contra o novo coronavírus – o famigerado ‘fura-fila’. Se for aprovado, quem violar as normas paga R$ 10 mil. A lei também prevê punição para o agente de saúde, público ou particular, cuja participação for comprovada no esquema fraudulento.

Na maratona

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Eriberto Medeiros (PP), cumpriu na última quarta-feira (3) uma grande agenda. Ele foi até Sirinhaém, São José da Coroa Grande, Barreiros e Palmares. Em todos eles, Eriberto Medeiros foi recebido pelos prefeitos Camila Machado (Sirinhaém), Pel Lages (São José da Coroa Grande) Carlinhos da Pedreira (Barreiros) e Junior de Beto (Palmares).

UTIs para Gravatá

Na última quarta (3), o deputado Waldemar Borges (PSB) anunciou, ao lado do prefeito de Gravatá, Padre Joselito (PSB), que o Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa receberá 10 leitos de UTI para atender pacientes de Covid-19, com apoio do governo do Estado. O município não possui nenhum leito de UTI. “O hospital de Gravatá vai deixar de ser apenas uma casa de passagem para se tornar um lugar onde a população começa a ser tratada com respeito e a receber o serviço digno que merece e tem direito“, disse o parlamentar, que foi o mais votado no município.

Armando na correria

O ex-senador Armando Monteiro voltou à ativa com tudo. Ele tem dialogado permanentemente com diversos prefeitos pernambucanos para tratar dos impactos da pandemia do coronavírus. Para ele, se antes existia a certeza de que os municípios precisam de mais diálogo, parcerias e da solidariedade dos governos estaduais e, a pandemia tornou ainda mais evidente o desequilíbrio entre os gastos sociais permanentes destes municípios e os repasses que recebem de estados e do Executivo Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

2 − dois =