Coluna da Folha: Casamento político a caminho

por Carlos Britto // 28 de março de 2024 às 07:00

Foto-montagem: Fala PE/reprodução

A política de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, tem estado agitada nos últimos dias, com movimentações e alianças que prometem impactar as eleições deste ano. Uma das notícias que vem causando grande repercussão é a chegada do partido Avante, liderado por Sebastião Oliveira, para o grupo da atual prefeita Márcia Conrado (PT). Esse mesmo time era especulado no do deputado Luciano Duque (SD).

Informações de bastidores indicam que entre os dias 5 e 7 de abril vai ocorrer um evento no município para selar a união dos grupos, rumo às eleições. O apoio do Solidariedade também é um dos esperados. Resta saber se com a presença de Marília Arraes, vice-presidente nacional do partido, ou não.

Dentre o leque de temas polêmicos que alimentam os bastidores dessa eleição, outro que tem levantado especulações é o nome de vice da prefeita Márcia Conrado. O cargo vem sendo disputado dentro da própria base da gestora, como também na oposição. Afinal, apesar do deputado federal Waldemar Oliveira garantir que não há nada fechado com os governistas, cresce por trás das cortinas uma disputa pela composição da chapa.

Especula-se que os nomes oferecidos por Sebastião a Márcia seriam Allan Pereira, Faeca Melo, João Duque Filho e André Maio. As informações iniciais apontam que a escolha da prefeita estaria pendendo mais para o advogado Allan, atual presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil)/Seccional Serra Talhada, com o qual tem feito aparições públicas constantes.

Fogo amigo

Em Tuparetama, também no Pajeú, a política fervilha. Dêva Pessoa, ex-prefeito, desmentiu boatos de aproximação com o grupo governista. A unidade da oposição é um desafio. A desunião, segundo ele, não é recente. Remonta ao momento em que se decidiu o voto em um nome para deputado e, no último minuto, o acordo foi quebrado. Dêva também expressa preocupação com o “fogo amigo”. Pessoas que ele apoia têm espalhado a notícia de que ele estaria impedido de se candidatar por questões judiciais. “Eu acho bom que passem de volta nas casas que disseram isso e desfaçam o que fizeram”, declara Dêva, reconhecendo a dificuldade de unir as oposições no município. O político garante que não ficará de fora da política este ano e que participará de alguma forma.

Caso de polícia

Em Cedro (PE), no Sertão Central, um vereador se viu essa semana no centro de uma tempestade doméstica. Flagrado trocando mensagens com outra mulher, o vereador foi agredido pela esposa, causando alvoroço na cidade. A discussão acalorada resultou em agressões físicas entre o casal. A polícia foi acionada e o casal foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil (PC). Um inquérito foi aberto para investigar a situação.

Segue o líder

Em Iguaracy, no Alto Pajeú, os vereadores socialistas decidiram seguir o prefeito Zeinha Torres, que está saindo do PSB e indo para o PSDB. A decisão marca uma mudança significativa na política local, com o PSB perdendo representantes com mandato na cidade.

Novo capítulo

Rogério Borges, pré-candidato a prefeito de Pombos, na Mata Sul, se filiou ao Progressistas (PP). O ato, que contou com a presença de Eduardo da Fonte, presidente estadual do partido, marca um novo capítulo na política local.

Da oposição ao governo

O vereador Tadeu Calheiros (ex-Podemos) é o mais novo integrante da bancada do Governo João Campos (PSB) na Câmara Municipal do Recife. O parlamentar, que chegou a ser vice-líder da oposição na atual legislatura, ingressará no MDB, reforçando a chapa do partido que formalizou o seu alinhamento com a Frente Popular nas eleições da capital pernambucana deste ano. Com o ingresso de Tadeu Calheiros, a bancada do governo na Câmara do Recife passa a contar com 31 vereadores, dos 39 que a Casa possui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Um Petrolinense real, assim foi Fernando, pois uns chamado carinhosamente de besourinho. Eu me lembro muito bem do SAMBOSSA, Fernando,…