Coluna da Folha: As urnas e as novas eleições em dois municípios pernambucanos

por Carlos Britto // 29 de setembro de 2021 às 07:16

Foto/reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) realizará hoje (29) a cerimônia pública de preparação das urnas que serão usadas nas eleições suplementares de Palmeirina e Capoeiras, no Agreste do Estado.

Serão preparadas 23 urnas que serão usadas em Palmeirina. À tarde o processo se repetirá com as 46 urnas de Capoeiras. As novas eleições nos dois municípios acontecerão no próximo dia 3 de outubro (domingo), das 7h às 17h.

Todos os procedimentos que envolvem as mídias e as urnas eletrônicas são realizados em cerimônias públicas, com a participação do juiz eleitoral e convocação, por edital, dos representantes do Ministério Público, OAB, partidos políticos e as coligações. Participam ainda da cerimônia os servidores e colaboradores da Justiça Eleitoral que atuam diretamente nessa etapa das eleições.

Capoeiras (130ª Zona Eleitoral) e Palmeirina (59ª ZE) terão novas eleições porque seus respectivos candidatos a prefeitos que obtiveram o maior número de votos nas eleições de 2020 foram impedidos de tomar posse por decisão judicial transitada em julgado. No caso de Capoeiras, a candidatura de Luiz Claudino de Souza foi indeferida pelo TRE-PE em 13 de novembro passado. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 8 de abril. O município tem 15.779 eleitores e seis locais de votação onde ficam 46 seções eleitorais (cada seção corresponde a uma urna).

Já em Palmeirina, a candidatura de Severino Eudson Catão Ferreira foi indeferida pelo Juízo Eleitoral em outubro de 2020. Tanto o TRE-PE quanto o TSE confirmaram a decisão. São 6.596 eleitores no município, que votam em três locais onde estão as 23 seções. Ambos os municípios estão sendo administrados provisoriamente pelos respectivos presidentes das Câmaras de Vereadores.

Apoio

Correndo trecho em Pernambuco para ampliar sua base eleitoral e chegar ainda mais forte nas eleições 2022, a pré-candidata a deputada estadual Socorro Pimentel recebeu um importante apoio do município de Tupanatinga, no Agreste meridional. O médico Diego Teixeira, candidato a prefeito nas últimas eleições, e a vereadora Gilsa Teixeira, fecharam com Socorro.

Da fruta ao parlamento

Quem anda se movimentando com força é o presidente da Associação Brasileira de Produtores Exportadores de Frutas e Derivados, Abrafrutas, Guilherme Coelho. Ele passou por Salgueiro, Tupanatinga, Buíque e Arcoverde. “Revi amigos e conversei com produtores rurais e representantes de associações do Agro. Fiquei impressionado com o potencial dessas cidades, mas senti a necessidade de mais organização e criação de cooperativas, para ver esse povo crescer e prosperar”, declarou, colocando-se à disposição para ajudar no que for necessário. Guilherme (filho do ex-deputado Osvaldo Coelho), já foi suplente de deputado federal e tem gente que jura que vai oferecer seu nome para nova disputa.

Para Bodocó

O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) conseguiu a liberação de R$ 1,35 milhão de suas emendas parlamentares para Bodocó, gerido pelo prefeito Otávio Pedrosa. O valor será utilizado para a recuperação da Avenida Central. Tadeu já destinou mais de R$ 8 milhões para o município.

Não gostou

O deputado estadual Manoel Ferreira (PSC) não gostou da decisão do governo do Estado de exigir comprovante de vacinação na entrada dos templos e igrejas. Segundo ele, a medida tem viés de discriminação contra os cristãos pernambucanos. Manoel Ferreira avalia que o governador Paulo Câmara (PSB) usa pesos e medidas diferentes ao definir a reabertura de determinadas atividades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *