Colóquio de Artes Visuais seleciona talentos em Arcoverde, Caruaru e Garanhuns

por Carlos Britto // 22 de março de 2024 às 20:30

Foto: divulgação

O Colóquio de Artes Visuais divulgou, hoje (22), a lista de artistas de Pernambuco para sua edição 2024. Foram selecionados para a programação Diogo Magalhães, Ythalla Maraysa e Stuart Marcelo. O evento traz como tema ‘OCUPE – O Corpo Urbano Poético e Escasso’, e será realizado em maio.

Esse ano, o projeto amplia seu alcance territorial realizando ações em Arcoverde (Sertão), Garanhuns e Caruaru (ambos no Agreste). A seleção de participantes foi realizada a partir de uma chamada pública para artistas da região das cidades sedes do projeto.

O processo de curadoria foi muito instigante. A gente pôde conhecer trabalhos incríveis, artistas fenomenais. Se a gente pudesse, convidaríamos mais artistas para esse momento. Foi muito legal ter esse panorama das produções e identificar a identidade de cada território“, afirma o coordenador Rafael Sisant.

Os participantes receberão cachê para realizar ações formativas em escolas públicas de suas cidades, participar de uma roda de conversa em Garanhuns e fazer a produção de uma videoaula para redes sociais. O colóquio, realizado pelo núcleo de pesquisas artísticas Confraria 27, busca estimular discussões sobre as vivências de artistas visuais do interior do estado. O projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura 2021/2022 (Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura).

Sobre os artistas

Diogo Magalhães é de Garanhuns e trabalha com desenhos e tatuagens. Autodidata, começou a desenhar ainda criança. Profissionalizou-se com diversos cursos e fez obras em nanquim aguada e realistas.

De Caruaru, Ythalla Maraysa é fotógrafa e designer. Atua no mercado criativo e tem como foco trabalhar nas áreas de design gráfico e editorial, direção de fotografia e still para projetos culturais. Em seu trabalho os temas mais recorrentes são memória, corpo e cotidiano.

Stuart Marcelo, de Arcoverde, é designer e artista gráfico. Em suas obras, traz influências da cultura popular do Nordeste com referências às músicas e tradições. As informações são da assessoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Ciclo da extorsão isso sim, bebidas superfaturadas, espaços superfaturados, atrações superfaturadas, até o estacionamento custa os olhos da cara, numa…