Colóquio de Artes Visuais abre concurso de desenhos para estudantes de PE

por Carlos Britto // 10 de maio de 2024 às 21:35

Foto: Adriano Alves/divulgação

O Colóquio de Artes Visuais, que terá sua segunda edição em 2024, abre inscrições gratuitas para o ‘Ocupe nas Escolas’ – um concurso de desenhos voltado para estudantes. Essa nova ação busca valorizar a produção artística da juventude e aproximá-los dos projetos culturais. “A ideia é de que a gente possa descobrir esses talentos protagonistas nas escolas e proporcionar também para eles a oportunidade de começar no mundo das artes, a partir dessa bolsa de estudo. É perceber que a arte é um caminho possível de se viver“, afirma o coordenador e curador, Rafael Sisant.

Serão selecionados três desenhos que podem ter temática livre. O primeiro lugar receberá o prêmio de R$ 300,00 e, se for residente em Garanhuns (PE), uma bolsa de estudos em um curso de artes. O segundo e o terceiro lugar também serão premiados: recebem R$ 200,00 e R$100,00, respectivamente.

Podem participar estudantes de escolas públicas de Pernambuco que tenham a partir de 12 anos. Os interessados devem preencher um formulário online até o dia 30 de maio, disponível no link. No mesmo, também há as regras da seleção e os critérios que serão avaliados. O resultado deve ser divulgado no dia 2 de junho.

Os estudantes menores de 18 anos que quiserem se inscrever precisam de um tutor, que pode ser algum parente maior de idade responsável pelo mesmo. No formulário há um termo de responsabilidade que deve ser assinado e anexado na proposta.

Tema

A 2ª edição do Colóquio traz como tema ‘OCUPE – O Corpo Urbano Poético e Escasso’, e conta com a participação dos artistas Diogo Magalhães, Ythalla Maraysa e Stuart Marcelo na programação. Realizado pelo núcleo de pesquisas artísticas Confraria 27, o colóquio busca estimular discussões sobre as vivências de artistas visuais do interior do estado. Esse ano, o projeto amplia seu alcance territorial realizando ações em Garanhuns, Arcoverde e Caruaru.

O projeto tem o incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura 2021/2022 (Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura). (Texto: Adriano Alves/para o Blog)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Um Petrolinense real, assim foi Fernando, pois uns chamado carinhosamente de besourinho. Eu me lembro muito bem do SAMBOSSA, Fernando,…