Codevasf conduz processo de aquisição de equipamentos para fornecimento d’água no Projeto Pontal

0
Projeto Público de Irrigação Pontal, na zona rural de Petrolina. (Foto: Divulgação)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está conduzindo o processo de aquisição de tubos, peças especiais e outros itens necessários à implantação das redes de pressurização para fornecimento de água a lotes do Projeto Pontal (área Sul), zona rural de Petrolina. O valor máximo projetado pela Companhia para investimento nas aquisições é de R$ 11,3 milhões, com seleção de fornecedor por meio de pregão eletrônico. O fornecimento dos itens deverá ser realizado em prazos que variam de entre 120 e 270 dias após a data de emissão da ordem de serviço.

O Projeto Pontal – áreas Sul e Norte – está localizado na margem esquerda do Rio São Francisco, a aproximadamente 50 quilômetros da sede de Petrolina. O projeto possui 29 mil hectares de área total. A área destinada à irrigação, dividida em seis módulos agrícolas, abrange 10,6 mil hectares, dos quais 7,8 mil são irrigáveis – 3,7 mil hectares no Pontal Sul e 4,1 mil hectares no Pontal Norte.

Os investimentos na aquisição desses itens são significativos e permitirão que o Projeto Pontal tenha uma estrutura sólida para a produção agrícola. O projeto é importante para a região e viabilizará grandes oportunidades de geração de emprego e renda e desenvolvimento socioeconômico“, avalia o diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf, Marco Aurélio Ayres Diniz.

Seleção de produtores

Atualmente a Codevasf está com inscrições abertas para a seleção de interessados em ocupar lotes familiares e empresariais do Pontal. A Companhia lançou dois editais para a venda de 336 lotes do projeto. O objetivo é implantar empreendimentos agrícolas, agropecuários e agroindustriais em unidades familiares e empresariais. As duas licitações ocorrem na modalidade concorrência, do tipo maior oferta. Os candidatos devem observar as exigências de cada edital e de seus respectivos anexos.

Agricultores que pretendem produzir nas unidades familiares do projeto podem inscrever-se até 2 de março. Aqueles que almejam participar da seleção para compra de unidades empresariais, por sua vez, poderão fazer a entrega da documentação e das propostas financeiras em 21 de março. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

cinco × 3 =