Clube de Leitura de Petrolina incentiva a valorização de obras literárias femininas

1
Foto: Bruna Alencar

O Coletivo Studio Casa, espaço cultural localizado na Rua da Umburana, 115, Bairro Cohab II/Areia Branca, zona leste de Petrolina, é o lugar de encontro para mais uma edição do ‘Leia Mulheres’, que acontece hoje, a partir das 17h. Desta vez a obra escolhida é “Eu Sei Por Que o Pássaro Canta na Gaiola”, de Maya Angelou.

O clube de leitura faz parte de um movimento norte- americano criado em 2014, quando a escritora Joana Walsh, ao constatar, através de pesquisas, que mulheres ocupam menos espaço no mercado editorial, propôs a leitura de mais escritoras para incentivar esse mercado a dar mais visibilidade a mulheres que escrevem.

Em 2015 a ideia chegou ao Brasil a partir de São Paulo e hoje está presente em mais de 100 cidades, em todas as regiões do país. O Leia Mulheres chegou a Petrolina pela iniciativa da advogada Bruna Alencar, que começou com o clube de leitura na cidade em 2018.

Sobre a dinâmica do grupo, a advogada explicou que os encontros acontecem mensalmente, sempre aos sábados e no mesmo local, além de serem gratuitos e abertos ao público em geral. “O plano de leituras e a escolha dos livros é feita semestralmente, para que os membros possam se planejar para a compra dos livros, já que não existe nenhuma livraria na cidade”, completou. A cada mês, a obra escolhida é lida e, durante o encontro, discutida com o grupo. Desta forma, as percepções sobre a leitura são ampliadas através do debate e da troca de conhecimento. Para mais informações os interessados podem acessar o instagram @leiamulherespetrolina.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome