Clínica com vacinas e medicamentos vencidos é interditada em Petrolina

por Carlos Britto // 06 de janeiro de 2023 às 19:00

Foto: PMP

Uma clínica privada localizada na Avenida Cardoso de Sá, em Petrolina, foi interditada parcialmente nesta sexta-feira (6), após denúncia anônima. Na unidade, equipes da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) verificaram que a sala de vacina possuía imunizantes e medicamentos com a validade expirada. Após constatação da veracidade da denúncia, a fiscalização interditou parcialmente o estabelecimento.

Fiscais da AMVS lavraram um auto de infração, além de um termo de interdição e auto de apreensão. Para que o espaço da sala de vacina seja liberado, fica condicionado à apresentação de Anotação de Responsabilidade Técnica e Contrato junto à Empresa recolhedora de resíduos (discriminados, juntamente a demais itens relacionados à irregularidades identificadas, no Termo de Notificação).

Para o diretor-presidente da AMVS, Marcelo Gama, a devida regularização e o cumprimento das normas sanitárias são obrigações dos responsáveis por estabelecimentos. “Quando se fala em prestação de serviço, fica condicionada a regularização e o devido cumprimento das normas técnicas para funcionamento. Sendo assim, é inadmissível que espaços funcionem em desacordo com as normas. Sobre a clínica, um espaço de saúde, responsável por promover prevenção e cuidados com as pessoas, estava com vacinas e medicações no freezer vencidos. Assim, lavramos os autos e interditamos a sala de vacina até que todas as regularidades sejam exercidas”, destacou Marcelo.

Clínica com vacinas e medicamentos vencidos é interditada em Petrolina

  1. José Pedro Quirino disse:

    Na minha opnião nem era necessário a denúncia, pois se tivesse uma fiscalização pelo poder público mais eficiente não haveria essa irregularidade.

  2. Antonio Marreco disse:

    Se observar a legislacão vai encontrar ‘clinicas’ de vendas de bombas, que estão superlotando os hospitais e clinicad renais e matando muita gente.
    Essas ‘clinicas e institutos’ devem ser lacrados e os responsaveis enquadrados criminalmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.