Cine Dona Amélia abrirá nesta quarta-feira temporada 2019 com dois longas-metragens

0
Fioto: divulgação

O Cine Dona Amélia inicia nesta quarta-feira (13) a temporada 2019 de exibições de filmes no Sesc Petrolina. Dois longas-metragens abrem a programação gratuita. A primeira sessão será realizada às 14h, com “O Menino no Espelho” (foto). Às 19h, o público poderá conferir a animação “Com amor, Van Gogh”.

“O Menino no Espelho”, do diretor Guilherme Fiúza Zenha, é ambientado na década de 1930, em Belo Horizonte (MG). O filme conta a história de Fernando, um garoto de 10 anos que está cansado de fazer as coisas chatas da vida. Seu sonho era criar um sósia, que ficasse com estas tarefas enquanto ele poderia se divertir à vontade. Até que, um dia, é exatamente isto que acontece, quando o reflexo de Fernando deixa o espelho e ganha vida. A classificação etária do filme é livre.

Às 19h será exibida a animação biográfica “Com amor, Van Gogh”, dirigida por Dorota Kobiel e Hugh Welchman. A história se passa em 1891, um ano após o suicídio de Vincent Van Gogh, quando o carteiro e amigo pessoal do artista, Armand Roulin, parte para a cidade francesa de Arles, onde inicia uma investigação junto às pessoas que conheceram Van Gogh, para confirmar se ele realmente se matou. A classificação do filme é 12 anos.

Após a exibição desse filme o público terá a oportunidade de participar de um bate-papo sobre direção de arte para o cinema, com a participação do cineasta Robério Brasileiro. O Cine Dona Amélia integra o projeto nacional Cine Sesc, que promove a circulação, difusão e o acesso a produções cinematográficas nacionais e internacionais.

O projeto

O Cine Sesc é um dos maiores circuitos de exibição de filmes no país. Com mais de uma década de existência, a iniciativa promove a circulação, difusão e o acesso a produções cinematográficas nacionais e internacionais. Apresenta obras com formas narrativas impactantes e que trazem reflexões sobre relevantes questões sociais, sempre alinhadas com os princípios sociais que movem a Instituição, incentivando o debate em torno do cinema brasileiro e internacional, comercial ou independente, em um eixo educativo, artístico e cultural.

Nessa perspectiva, o projeto propõe um recorte temático, com filmes que abordam assuntos sociais relevantes. Anualmente, o Cine licencia filmes que são exibidos nas unidades da Instituição durante dois anos. O acervo passa por 250 municípios, em 27 Estados brasileiros. Em mais de uma década, cerca de 3 milhões de pessoas foram beneficiadas pela iniciativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome