Cid Gomes pede demissão após discutir com deputados na Câmara

2

cid gomesO ministro da Educação, Cid Gomes, pediu demissão na tarde desta quarta-feira (18) à presidente Dilma Rousseff, que aceitou. O pedido ocorreu logo depois de o ministro participar na Câmara dos Deputados de sessão em que declarou que deputados “oportunistas” devem sair do governo.

A minha declaração na Câmara, é obvio que cria dificuldades para a base do governo. Portanto, eu não quis criar nenhum constrangimento. Pedi demissão em caráter irrevogável“, declarou o ministro.

Do plenário, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, chegou a anunciar a demissão antes mesmo de ter sido oficializada. “Comunico à Casa o comunicado que recebi do chefe da Casa Civil comunicando a demissão do ministro da Educação, Cid Gomes“, anunciou Cunha no plenário.

Depois, a Presidência da República divulgou a seguinte nota oficial:

NOTA OFICIAL

O ministro da Educação, Cid Gomes, entregou nesta quarta-feira, 18 de março, seu pedido de demissão à presidenta Dilma Rousseff. Ela agradeceu a dedicação dele à frente da pasta.

Secretaria de Imprensa
Secretaria de Comunicação Social
Presidência da República

(fonte: G1/foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)

2 COMENTÁRIOS

  1. Esta é a primeira vez na história política desse país que um ministro, cansado da corrupção, pede demissão. Uma vergonha não só para o governo e os parlamentares, mas para todo o país.
    E os Xiitas do PT ainda acham que a corrupção é invenção da imprensa?
    Sinceramente,…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome