Chuvas deixam quase 100 famílias desalojadas no Bairro João de Deus

0
Foto: Ascom PMP/divulgação

As chuvas ocorridas no início da semana em Petrolina, apesar de não muito intensas, foram suficientes para deixar prejuízos. Crianças e idosos de cerca de cem famílias que ocupam a Vila da Fé, no Bairro João de Deus, zona oeste da cidade, estão desalojadas. A área fica ao lado de um canal e recebe água de várias fazendas ao redor do bairro.

As famílias ocuparam o local há cerca de nove meses, e esperam da prefeitura moradia social. De acordo com o líder comunitário Carlilson de Oliveira, em setembro passado funcionários da Secretaria de Habitação visitaram a ocupação prometendo cadastrar as famílias, mas não retornaram. “O prefeito fez um compromisso aqui, dizendo que ia dar umas casas pra gente. Mas eles disseram que vinham no dia 10 de outubro pra fazer o cadastramento e até agora nada”, lamentou.

Para o presidente da associação comunitária do João de Deus, as famílias não podem continuar na Vila da Fé. “A providência que tem que ser tomada é o aluguel social. Não tem condições nenhuma deles permanecerem aqui, porque eles vivem cercados de esgotos, fezes, tudo. Nós pedimos de imediato as lonas. É importante a prefeitura se posicionar e tirar essas mais de cem famílias daqui, porque outra chuva que der, vai levar os barracos, e aqui tem gestantes, crianças, deficientes, idosos, vivendo em situação desumana“, declarou Carlos Diniz, presidente da associação.

A vereadora Cristina Costa  visitou a comunidade na manhã desta quarta-feira (17)  e, do local, ligou para o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Jorge Assunção,  pedindo ajuda para as famílias. O secretário se comprometeu em enviar à Vila da Fé uma equipe da Defesa Civil para avaliar a situação. A vereadora também fez campanha através de algumas rádios pedindo ajuda da população de Petrolina de doações para as famílias. “Eles precisam de roupas, colchões, cobertores e alimentos. A igreja católica do bairro está recebendo as doações a  partir das 14h, e a associação vai distribuir com a comunidade. É um momento de solidariedade“, afirmou.

Prefeitura

Equipes da prefeitura foram até o João de Deus para verificar as áreas de invasão e o estado das famílias que ali residem. Além de Jorge Assunção, a visita contou também com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Giovanni Costa, o secretário de Governo, Simão Durando, além do vereador Aero Cruz.

Após o levantamento das necessidades e conversa com os líderes comunitários da área, medidas emergenciais para auxiliar as famílias que moram no local serão tomadas, a exemplo da doação de lonas e limpeza do canal que passa por trás da invasão. O cadastramento dessas famílias também está sendo feito pela equipe de Habitação da SEDURBS e pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do João de Deus.

Segundo Giovanni Costa, além do cadastramento, as famílias receberão assistência imediata. “O cadastramento visa a ajudar a essas pessoas, para que, dentro dos critérios estabelecidos, elas possam ser transferidas para as casas do ‘Minha Casa, Minha Vida’, que já estão sendo construídas. Além da lona e da limpeza do canal, a unidade móvel da Secretaria de Saúde também estará na comunidade nesta quinta-feira, a partir das 14h, com diversos serviços para as famílias que foram prejudicadas“, destacou.

Doações

As doações para as famílias podem ser feitas na Paróquia São João Batista, a partir das 14h. Os contatos são (87) 9 8867-8184/9 9904-2516 (falar com Carlos Diniz).

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome