Cerveja artesanal à base de umbu produzida em Uauá cai no gosto dos soteropolitanos

por Carlos Britto // 18 de agosto de 2017 às 16:00

A Saison Umbu, cerveja da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), localizada no município de Uauá, no norte da Bahia, está sendo uma das mais pedidas nas principais cervejarias de Salvador.

O produto pode ser encontrado na rede de lojas de cervejas artesanais, a Mestre Cervejeiro, onde a Coopercuc registrou recorde de pedidos no início deste mês de agosto. De acordo com o responsável pela rede, Luís Leite, “a cerveja de umbu é muito procurada em todas as lojas”.

O responsável pela bebida que vem atiçando o paladar dos baianos é o jovem cervejeiro da comunidade tradicional Serra da Besta, município de Uauá, Emanuel Messias Almeida. Ele conta que na primeira vez que a cerveja foi fabricada a cooperativa forneceu somente a polpa: “Mas não nos contentamos em apenas fornecer a matéria-prima, queríamos mais e buscamos outras alternativas”, lembra.

Emanuel se capacitou participando de cursos sobre o tema. “Aprendi sobre a cerveja artesanal e o processo de fabricação. Saí de Uauá com a missão de desenvolver a receita de umbu, com estilo saison, e voltei com a missão cumprida. Hoje a cerveja tem matéria-prima e essência baiana”.

Apoio

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), vem contribuindo para o fortalecimento da Coopercuc, por meio de ações como a implantação de agroindústrias de frutas e apoio à comercialização. (foto/divulgação)

Cerveja artesanal à base de umbu produzida em Uauá cai no gosto dos soteropolitanos

  1. Cleberlito disse:

    Politica do irpaa via ruim costa.

  2. Cleberlito disse:

    R$ 50, 00 ninguem guenta, principalmente ispobres de uauà dentre outros. Irpaa da exportacao. Deixam a desejar. Pregam uma coisa, praticam outra. Irpaa que usa nome de AF para beneses dis que tem osR$. Pobrescoirados enganados. Tudo caro. Indicadores de impacto, kkkkkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *