Celpe realiza ações preventivas na rede elétrica em Petrolina para evitar ocorrências provocadas pelas altas temperaturas

0
(Foto: Ilustrativa)

Com a alta das temperaturas, a população passa a utilizar equipamentos de refrigeração na potência máxima, especialmente aparelhos de ar condicionado e refrigeradores, exigindo maior disponibilidade de cargas. Para atender a essa demanda e identificar eventuais sobrecargas, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) afirmou que tem realizado medição, inspeções e monitoramento em Petrolina, além de promover a troca e a modernização de equipamentos.

De acordo com a empresa, o sistema de distribuição que supre o município foi reforçado com a substituição de 16 quilômetros de rede de média tensão convencional por cabos protegidos. Além disso, a rede de baixa tensão recebeu 77 quilômetros de cabos multiplexados, fiação isolada que confere mais confiabilidade ao fornecimento de energia e segurança para a população. “As ações visam a assegurar a continuidade do fornecimento aos moradores”, acentuou o supervisor da Celpe em Petrolina, Pedro Pinto. “A iniciativa também tem o objetivo de conferir mais qualidade e confiabilidade ao sistema que atende ao município”, observou.

Entre as intervenções executadas em caráter preventivo, 1.412 podas foram realizadas para evitar o toque de galhos nos fios elétricos, prevenindo ocorrências ao fornecimento de energia e estão programadas quase 900 podas até o final de dezembro. A Celpe efetuou ainda oito obras de melhoria da qualidade de tensão com substituição de transformadores, aumento da potência instalada e reforço na rede, visando a melhoria da qualidade da tensão fornecida. Outras duas ações de melhoramento estão previstas para serem concluídas até o fim de outubro, em que cerca de 4,4 quilômetros de rede serão substituídos.

Foram instalados, ainda, 30 religadores e um regulador de tensão, visando a qualidade do fornecimento e maior agilidade no restabelecimento de energia em casos de interrupção. As intervenções estão sendo executadas por equipes especializadas, evitando assim, necessidade de suspensão do fornecimento de energia durante as ações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome