Caso Filipe Kupi: Testemunhas de acusado faltam e continuação de julgamento fica para fevereiro de 2017

0

manifestacao-silenciosa-julgamento-do-caso-filipe-kupi

Ficou para o dia 3 de fevereiro de 2017 a continuação da audiência de julgamento do acusado de atropelar e matar o universitário Filipe Kupi, então com 19 anos, na madrugada de 18 de outubro de 2015 no Centro de Juazeiro (BA). O adiamento foi motivado porque as testemunhas que estavam no carro com o condutor do veículo não foram intimadas. A primeira audiência aconteceu ontem (10), no Fórum Conselheiro Luiz Viana, Bairro Alagadiço.

Todas as testemunhas da vítima e os parentes do réu, Gilson Rodrigues de Barros Junior, foram ouvidas ontem. Caso seja condenado, o acusado – que não quis falar com a imprensa – poderá pegar uma pena de quatro anos e seis meses de prisão, prevê o advogado da família. Filipe Kupi era estudante do curso de Direito da Universidade do Estado da Bahia (Uneb)/Campus III. Amigos do jovem fizeram um movimento silencioso do lado de fora do Fórum. Eles levaram cartazes com pedidos de justiça. (foto: Sarah Noberto/para o Blog)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome