Comunitário que afirmou ter recebido dinheiro da prefeitura para não se pronunciar sobre Ceape será convidado a dar explicações na Casa Plínio Amorim

3

Após a repercussão do depoimento do comunitário Edielson Vieira, conhecido como “Beguinha do Ceape”, que afirmou, em entrevista por telefone ao radialista Waldiney Passos, da Rádio Jornal Petrolina, que estaria recebendo R$ 500,00 da prefeitura para que ele não se pronunciasse mais sobre as questões do Ceape, o vereador Adalberto Filho “Betão” (foto) quer que ele seja ouvido pelos edis da Casa Plínio Amorim.

Segundo Betão, já foi feito um requerimento, pedindo explicações à prefeitura. Outro requerimento, conforme o vereador, será encaminhado ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para que investigue o caso.

A gente sabe que tem líderes comunitários recebendo para falar mal da oposição em rádios da cidade. A gente quer que o Ministério Público investigue de onde está saindo esse dinheiro”, disse Betão.

Mais cedo, este Blog publicou uma matéria falando sobre o caso, onde Beguinha teria informado que não foi ele quem fez a crítica, que seu telefone foi roubado e a voz também não era dele.

3 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado isso, será que no meio político existe isso mesmo??? Rsrsrs
    Será que existe vereadores que também recebem propina pra assinar projeto?? Rsrsrs
    É lógico que estamos cansados de saber que isso existe minha gente!
    Se o MP resolver investigar esse ato de silêncio, poucos ficarão de fora!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

3 × 5 =