Casa de líder comunitário assassinado em janeiro no Rio Corrente amanhece pichada

1

casa líder comunitário assassinado_640x480Quase seis meses após o bárbaro assassinato do líder comunitário Edvaldo de Oliveira, a comunidade do bairro Rio Corrente, na zona oeste de Petrolina, ainda espera o desfecho do caso.

A insatisfação dos populares pelo crime ainda sem solução não é difícil de ser vista. A residência de Edvaldo mais uma vez amanheceu pichada com a palavra “assassino”.

Edvaldo, que foi vice-presidente da associação de moradores do bairro e funcionário da Compesa, ficou conhecido na comunidade por seu envolvimento em lutas sociais. Ele foi morto no dia 27 de janeiro deste ano, com vários golpes de faca. O corpo foi encontrado no quarto dele, pelo filho.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

3 × 4 =