“Carrancas”: Time de futebol americano de Petrolina começa a ganhar destaque, mas falta de incentivo ainda é um empecilho

0

Fundado há cinco anos, o Carrancas abriu caminho para o surgimento de outras equipes de futebol Americano no Vale do São Francisco. Apesar das dificuldades que enfrenta pela falta de patrocínio, o time vem conquistando a simpatia não só dos petrolinenses e juazeirenses a cada torneio que participa. O Talk Show do Blog desta sexta-feira (16) contou com a participação de três integrantes da equipe: Victor Porto – Presidente/jogador, Carlos Adonay – Vice-presidente/Dir. Marketing/Dir. Comercial/ jogador e Pedro Emanuel – Jogador.

Victor contou que morou nos Estados Unidos, mas lá não praticou o esporte. Antes disso, a turma já brincava de futebol Americano na Ilha do Fogo, balneário entre Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). “Não cheguei a jogar futebol, mas fui em jogos e participei de alguns treinos na escola. Quando voltei, que vi o pessoal jogando na Ilha do Fogo, eu disse: ‘quero participar’”, relembra. O time está na Liga Nacional, que é considerada a segunda divisão.

Muitos atletas que integram a equipe do Carrancas tinham experiências diferentes, como o rugby, por exemplo. Uma equipe de Futebol Americano tem entre 45 e 60 atletas.

Durante a entrevista, eles detalharam as regras dos jogos, falaram sobre as dificuldades financeiras enfrentas e da alegria de chegarem ao estádio e encontrar as arquibancadas lotadas. “A gente tem apoio de algumas empresas, mas a gente depende muito dos atletas. Para viajar, os atletas pagam mensalidade, quando falta dinheiro no ônibus a gente troca entre a gente, vende rifa, faz eventos, tudo por amor”, frisa Victor. Eles disseram ter esperança que o esporte ainda seja rentável.

Victor Porto destacou a participação da torcida. “A torcida vai, e a gente agradece muito. No nosso primeiro jogo, o de estreia, foram mais de 2 mil pessoas ao Estádio Paulo Coelho. No último jogo, mais de mil pessoas”, comemora. “Não e só um show, é um evento! Tem DJ, tem parque, tem praça de alimentação, mascote, líder de torcida, ou seja, há um entretenimento além do jogo”, completa Carlos Adonay. A entrevista completa você pode conferir acessando aqui. Já na página do Carrancas no Facebook, você pode encontrar detalhes de como entrar em contato com o time e ajudar a equipe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

um × 1 =