Canhões de Itacuruba

por Carlos Britto // 01 de fevereiro de 2009 às 17:05

Itacuruba, no Sertão, pode tirar o pé da lama, como se diz no interior – e o milagre, já é certo, virá dos céus. Mas falta a população parar de olhar com olhos de fim de mundo para uns instrumentos esquisitos que, aos, poucos, vão dominando a paisagem. Pensou-se, logo no começo, que fossem canhões. E como um raciocínio puxa outro, talvez houvesse alguma coerência em supor que estivesse se aproximando uma guerra, dado que a vizinhança do polígono (da maconha) não é lá muito pacífica. Quase morreram de felicidade ao descobrir nos equipamentos e nos homens encarregados de instalá-los promessas de um futuro que nunca sonharam. Itacuruba, que ao Sul faz fronteira com Chorrochó (BA), não sabe o que é IDH (embora tenha um dos menores do estado) e que em cada uma de suas residências registra pelo menos um caso de suicídio ou tentativa de consumá-lo (sentença ditada pelo ócio), vai, enfim, olhar e ser olhada com outros olhos. Como há males que vêm para o bem, o fato de o município ainda não ter sido aceso pelas luzesdo progresso; possuir população de tamanho ainda muito modesto (cerca de 26 mil), realidade que também se aplica aos vizinhos; e um sossego próprio de cidadezinha que prefere a cantiga das cigarras ao barulho de caldeiras industriais ajudou na escolha do Observatório Nacional e do Centro de Estudos Astronômicos. Agora começa a receber três telescópios gigantes (os tais “canhões”) que rastrearão asteróides com possibilidade de colidir com a terra. Um deles, de tão sofisticado, será o único da América Latina. Bem-vindos, turistas. Adeus, pé na lama.

Fonte: Diário de Pernambuco

Canhões de Itacuruba

  1. Watergate disse:

    que desperdicio !

  2. Patricia disse:

    Desperdicio porque vocês acho que só as grandes cidades merecem evoluir. Itacuruba é uma cidadizinha do interio mas tem seu valor é uam cidade muito bela, uma das cidades mas bonitas do sertão bem arvorizada com praças belicimas e tenho certeza que esse será um grande investimento e que a parti de então itacuruba não será mais a mesma cidadizinha como o pessoal costuma dizer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.