Cancão rebate Cristina: “Executivo vive atropelando regimento e ninguém diz nada”

5

ronaldo cancão_640x360O líder da bancada oposicionista na Casa Plínio Amorim, vereador Ronaldo Cancão (PSL), contestou em plenário a afirmação de sua colega Cristina Costa (PT), de que ele “colabora para desgastar” a imagem do Legislativo em relação ao impasse gerado pela proibição da justiça para música ao vivo em bares e restaurantes de Petrolina.

Durante a sessão de ontem (6), a petista disse a jornalistas que Cancão “quer impor” seu projeto, mesmo sem o parecer das comissões. Ela informou ainda que o líder oposicionista apresentou pedido de ‘urgência urgentíssima’ ao projeto, por meio de requerimento, sem as assinaturas necessárias para isso, o que fere o Regimento Interno da Casa.

A resposta de Cancão veio no mesmo tom. Segundo ele, o prefeito Júlio Lóssio (PMDB) vive atropelando o Regimento da Casa e ninguém diz nada. “Tem projeto do Executivo que chega na segunda (à Casa) e é votado na terça”, espinafrou o líder.

5 COMENTÁRIOS

    • Engraçado o povo. Se o político fica calado, o povo fala mal; se abre a boca para defender o interesse da população, o povo fala mal. Vai entender o ser humano! Muito bem Ronaldo Cancão, defenda os nossos interesses. Você foi eleito para isso.

  1. Então, de acordo com o vereador, um erro justifica o outro. Se esta lógica fosse utilizada, para onde iríamos? Iria chegar ao ponto que ninguém faria nada mais corretamente ou obedeceria as leis, já que fulano também desobedeceu. Essa é mentalidade de um representante da câmara de vereadores de Petrolina. E o vereador não tem vergonha de fazer um pronunciamento desse?

  2. Urgência urgentíssima? Só poderia ser brincadeira isso não é! Com tantos problemas gravíssimos na cidade merecendo a devida atenção, e um vereador colocar este tema como urgência urgentíssima?!

    Já há uma lei que regulamenta o assunto e permite som ao vivo em qualquer lugar, desde que respeitadas as leis do meio ambiente e proteção da saúde e sossego da pessoa.
    A Lei é a seguinte: LEI Nº 1.164/02, de 16/09/02
    EMENTA: Dispõe sobre sons urbanos,
    fixa níveis e horários em que será
    permitida sua emissão, cria a licença
    para utilização sonora e dá outras
    providências.

    Agora o que estes vereadores estão querendo fazer (vergonhosamente) é afrouxar mais ainda o controle dos abusos que vinha ocorrendo. Muitas pessoas passaram anos convivendo com certos problemas, tendo dificuldade no seu dia a dia, nas suas atividades em casa, sem poder descansar para trabalhar bem no outro dia. Esta lei aí em cima vigora e deveria ser respeitada, mas a prefeitura NUNCA respeitou tal lei, para variar, que não fiscaliza nada de importante nesta cidade. E algum vereador nesta câmara vergonhosa está preocupado com isso? Não, está fazendo toda esta palhaçada para prejudicar as vítimas deste problema, que não pode ficar botando carro de som na rua, convocando dono de bar para ir para reuniões da câmara (com c minúsculo mesmo).

    Enquanto muitas pessoas são vítimas deste problema da poluição sonora há anos, sem ninguém se preocupando com seus direitos, agora tem defensor de todo lado defendendo estes abusos, como estes vereadores, e este próprio blog que já postou notícia sobre este assunto afirmando que um final feliz seria quando liberasse toda a esculhambação novamente!

    Tenham o mínimo de honradez e respeito para as pessoas, que precisam de ter seus direitos resguardados e não a prevalência da esculhambação a todo custo!

Deixe uma resposta para Petrolina Cancelar resposta

Comentar
Seu nome