Cancão devolve críticas de secretária: “Foi seu vice-prefeito quem deixou fecharem as portas do HDM”

0

ronaldo cancãoEm 2004, o atual líder da bancada de oposição na Casa Plínio Amorim, vereador Ronaldo Cancão (PSL), estava do outro lado das trincheiras. Era o líder de governo do então prefeito Fernando Bezerra Coelho (PSB) na Câmara.

Por isso mesmo não ouviu calado a algumas críticas feitas pela secretária Lúcia Giesta referentes à saúde em Petrolina. A começar pelo Hospital Dom Malan (HDM), que ela disse ter sido municipalizado (na gestão de Fernando) “de forma equivocada”.

“Encontramos o Dom Malan de portas fechadas. E foi seu vice-prefeito, na época que comandou a cidade, quem deixou que isso acontecesse”, disparou Cancão, numa referência à segunda gestão de Guilherme Coelho (PSDB), entre os anos de 1997 e 2000 – que antecedeu a do primo Fernando. O líder também pediu à secretária que, assim como está dando méritos a quem está hoje tentando resolver ‘pepinos’ no setor, para não se esquecer de quem esteve “lá atrás”, tentando administrar problemas tão graves quanto os de hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome