Campanha na rede social alerta usuários de transporte por aplicativo

0
Foto: Ilustração

Um movimento iniciado nas redes sociais de Petrolina busca conscientizar usuários de transporte por aplicativos a não chamarem carros para outras pessoas. Na região, tornou-se comum o uso do próprio celular por populares para pedir uma corrida no lugar dos amigos e familiares.

A iniciativa surgiu a partir do receio de representantes da categoria com a violência contra esses motoristas. Na última quarta-feira (15), o motorista de Uber, Joel Victor de Souza, 21 anos, sofreu uma tentativa de homicídio quando transportava três indivíduos (dois homens e uma mulher) no bairro Kidé, em Juazeiro.

Victor foi socorrido e levado ao Hospital Universitário de Petrolina (HU), com lesões na cabeça e nos braços provocados pelos golpes de faca. Um dos criminosos, Laércio Lima Oliveira, de 30 anos, teve sua prisão mantida na manhã desta sexta-feira (17), após um grupo de motoristas de aplicativo protestar em frente ao Fórum de Juazeiro.

Imagem: Reprodução/ redes sociais

O alerta, que circula na internet, lembra o caso envolvendo Victor e ressalta as implicações legais para quem solicita corrida para terceiros. “Se você pede Uber do seu celular, para outra pessoa, e a mesma é assaltante, você pode ser responsabilizada pelo ato”. “Não coloque em risco a vida de um motorista”, conclui.

Nota

Por meio de nota, a Uber – uma das empresas de aplicativo de transporte individual de passageiros – lamentou a “violência que permeia em nossas cidades”. Ao mesmo tempo em que se solidariza com Victor, a Uber se colocou à disposição para “colaborar com as autoridades no curso de investigações ou processos judiciais, nos termos da lei”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome