Campanha de combate à hanseníase em Petrolina terá início na próxima semana

0

A Secretaria de Saúde de Petrolina prepara-se para dar início às ações de combate à hanseníase. Durante todo o mês de setembro, a busca ativa de casos suspeitos será intensificada, além de palestras e feiras de saúde. A abertura da campanha acontecerá na próxima segunda-feira (11), às 16h, na Universidade de Pernambuco (UPE).

O evento contará com a participação do representante da entidade sem fins lucrativos Morhan, que desde 1981 tem suas atividades voltadas para a eliminação da hanseníase, através de atividades de conscientização e foco na construção de políticas públicas à população. Também haverá uma apresentação cultural com o músico Targino Gondim. 

A Hanseníase é uma doença infecciosa causada por um microorganismo que acomete principalmente a pele e os nervos das extremidades do corpo. Pode atingir crianças, adultos e idosos. Os primeiros sintomas podem levar de dois a cinco anos para aparecerem. A doença, antigamente conhecida como Lepra, tem um passado de discriminação e isolamento dos doentes, que hoje não é necessário, pois a doença pode ser tratada e curada. O Brasil é o 2º país no mundo em casos de hanseníase.

Petrolina

A situação da hanseníase no município é classificada como hiperendêmica, ou seja, os números registrados na região estão acima da média. Em 2015, foram diagnosticados na cidade 364 casos de hanseníase. Em 2016, foram 249.  No período de janeiro a agosto de 2016 foram registrados 191 casos da doença. No mesmo período deste ano o número é de 116 casos de hanseníase.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome