Caldeirão de ritmos e muita criatividade nas fantasias marcam penúltima noite do Carnaval 2020 de Petrolina

0
Foto: Ascom PMP/divulgação

Entrando na reta final, o Carnaval 2020 de Petrolina chegou em sua penúltima noite, ontem (24), com um verdadeiro caldeirão de ritmos para todos os gostos. No tradicional polo da 21 de Setembro, muito frevo e animação atraíram famílias inteiras. Por lá, o cenário a alegria da criançada e dezenas de fantasias irreverentes e caprichadas mais uma vez contagiaram o espaço do centro histórico de Petrolina.

Mas quem também roubou a cena foi o quarteto das ‘bruxinhas’ que capricharam na fantasia e chamaram atenção dos foliões. Uma delas era Rosângella Caffé. Ela conta que já é fã da  folia petrolinense. “Todos os anos a gente se organiza, vem brincar junto e sempre faz questão de fazer a fantasia. Roupa e maquiagem, tudo no capricho, porque a gente gosta da festa”, diz.

O som na 21 de Setembro ficou por conta da Orquestra Aquarela, seguida pelo axé de Nilton Freitas e o repertório diversificado da Samba de Mezza, que encerrou a folia.

Foto: Ascom PMP/divulgação

Polo Multicultural

No palco do Polo Multicultural (ou Polo Matingueiros), quem ditou a folia foi Lucas Tavlos, Sóda Solta e toda a autenticidade do Matingueiros.

Foto: Ascom PMP/divulgação

Polo Orla

Na Orla, a festa começou com o som de Fabiana Santiago (foto). Esbanjado entusiasmo e simpatia, ela relembrou grandes sucessos de outros carnavais. Logo depois foi a vez do cantor recifense André Rio, que também agitou as pessoas que se encontravam no circuito com ritmos pernambucanos e nordestinos. Ele ainda fez um dueto com Fabiana Santiago, que estava com um traje fazendo reverência a Eribaldo Bezerra, homenageado do Carnaval de Petrolina.

Por volta das 23h, a banda baiana Cheiro de Amor subiu ao palco. A vocalista Vina Calmon colocou todo mundo para dançar ao som do axé e falou sobre sua trajetória na música. Natural de Santa Maria da Boa Vista (PE), a cantora disse que viveu sua infância em Sobradinho (BA) e revelou seu amor pelo Vale do São Francisco. A terceira noite do Carnaval de Petrolina foi encerrada com a batida eletrônica do DJ Aquiles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome