Cabo: Vice-prefeito faz novo apelo a vereadores contra “inimigo número 1” da população

por Carlos Britto // 28 de junho de 2022 às 18:49

Foto: divulgação

Em Cabo de Santo Agostinho (PE), Região Metropolitana do Recife (RMR), a sessão plenária que marcará a votação das contas de 2017 do ex-prefeito Lula Cabral, na próxima terça-feira (5/07) na Câmara Municipal de Vereadores, está mobilizando o atual vice-prefeito e secretário de Governo, Professor Arimatéia (PT). Adversário de Cabral, Arimatéia considera o ex-gestor o “inimigo número um dos cabenses“, motivo pelo qual o quer fora do jogo político.

Quando vereador, Arimatéia foi um dos protagonistas do movimento que apontou as audaciosas manobras de Cabral com os recursos públicos do Instituto de Previdência Municipal – o Caboprev. Foi ele quem protocolou denúncia na Polícia Federal (PF) à época, e recentemente liderou movimento, junto à Câmara, pedindo a reprovação das contas. “Tivemos uma primeira vitória com a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, resolvendo reformular o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e recomendando a tão esperada reprovação das contas de 2017 do ex-gestor, algo justo para toda a sociedade cabense“, relembra.

Em maio desse ano, foi divulgado em audiência pública na casa legislativa o prejuízo real causado pelo ex-prefeito, baseando-se no próprio Tribunal de Contas do Estado (TCE), que emitiu o relatório final apontando um saldo negativo de mais R$ 88 milhões nas contas do Caboprev. “Esse relatório consubstancia tudo o que já vínhamos denunciando desde o início, em 2017, e que precisa provocar nos vereadores o entendimento da necessidade premente, independente de lado político, cor partidária ou ideologia, de reparar um erro grave contra a sociedade cabense”, enfatiza.

Nessa semana, o vice-prefeito postou um vídeo nas suas redes sociais, fazendo mais uma vez um apelo aos vereadores no sentido de reprovar as contas de Cabral, uma vez que está confirmado oficialmente pelo próprio Instituto Caboprev o desvio da soma milionária dos servidores públicos municipais.

Operação

Por conta desse rombo descoberto e apurado recentemente com detalhes, o ex-prefeito chegou a ficar preso no Cotel em 2018, tendo sido sua prisão divulgada nacionalmente pela Imprensa, após atuação da PF com a Operação Abismo, que investigou manobras obscuras com recursos da previdência em fundos podres.

Depois de muita luta temos a oportunidade ímpar de corrigir esse grave erro contra a população cabense. Peço encarecidamente a cada vereador e cada vereadora que faça a sua parte, que atenda ao clamor da população e votem pela reprovação das contas de quem, deslavadamente, roubou o povo da nossa cidade“, afirma Arimatéia no vídeo. “Nós, os munícipes, queremos que toda essa história tenha um fim e que a fraude ao sistema previdenciário municipal seja reparada”, finaliza.

Cabo: Vice-prefeito faz novo apelo a vereadores contra “inimigo número 1” da população

  1. FORA PTralhas! disse:

    Nem todo professor é alienado por Karl Marx, mas a maioria é! E como todo idiota-útil ao Comunismo, foi PTista, tem corrupção!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.