Buraco próximo à feira livre da Areia Branca tira paciência de motoristas

4

buraco rua da polonia (3)_640x360buraco rua da polonia (2)_640x360buraco rua da polonia (1)_640x360Não bastassem os pequenos acidentes corriqueiros provocados pelo aumento do fluxo de veículos na Rua da Polônia, nas imediações da feira livre da Areia Branca, zona leste de Petrolina, outro problema está tirando a paciência dos motoristas que trafegam por aí – principalmente aos sábados e domingos.

Um buraco de proporções razoáveis se formou no cruzamento próximo à feira, o que obriga os condutores a redobrarem a atenção. Além de se preocuparem com o trânsito, eles também precisam desviar do buraco, o que nem sempre é possível.

4 COMENTÁRIOS

  1. CHAMA O FANTÁSTICO………QUE PETROLINA SAI NA GLOBO…..HOJE SAIU…………………..DOMINGO DE NOVO……….
    ENQUANTO O CHEFE DA CIDADE PASSEI AS CRIANÇAS NECESSITAM DE CADEIRAS PRA ESTUDAR.
    QUANTO CUSTOU A VIAGEM DELE RONALDO CANCÃO.ESSA DINHEIRAMA DAVA PRA COMPRAR UM BOCADO DE CADEIRAS.

    VEJAM AI O QUE PETROLINA É DE NOVO.QUEM MAIS FAZ.
    Fantástico mostra situação precária de escolas públicas em Alagoas, em Pernambuco e no Maranhão
    Escola com infraestrutura elementar tem que ter água, banheiro, esgoto, energia elétrica e cozinha. Quase metade das escolas brasileiras é assim.

    “A situação, como vocês estão vendo, desde o ano passado que a gente está desse jeito. A falta de cadeira, sentam e não tem o braço da cadeira. Eles estão com dificuldade para escrever. E eu estou utilizando a minha mesa, para que eles fiquem mais à vontade. O que eu posso fazer eu estou fazendo”, diz Juciara de Souza, professora em Petrolina, Pernambuco.

    Em uma das cadeiras é possível ver parafuso para fora.

    “Eu gostaria que tivesse cadeiras boas e que não fossem quebradas”, afirma uma aluna.

    “Já teve caso de criança perder aula, porque não tinha cadeira”, conta a mãe de aluno Edineide Helena da Costa.

  2. CHAMA A GLOBO PRA VER BURACOS E OUTRAS COISAS MAIS.

    SAIU HOJE NO FANTÁSTICO.
    Um retrato do abandono do ensino público no Brasil. São escolas sem água potável, sem banheiro e até sem sala de aula.

    Durante dois meses, os repórteres Eduardo Faustini e Luiz Cláudio Azevedo percorreram escolas públicas dos estados que tiveram as médias mais baixas no Programa de Avaliação Internacional de Estudantes (Pisa).

    “A situação, como vocês estão vendo, desde o ano passado que a gente está desse jeito. A falta de cadeira, sentam e não tem o braço da cadeira. Eles estão com dificuldade para escrever. E eu estou utilizando a minha mesa, para que eles fiquem mais à vontade. O que eu posso fazer eu estou fazendo”, diz Juciara de Souza, professora em Petrolina, Pernambuco.

    Em uma das cadeiras é possível ver parafuso para fora.

    “Eu gostaria que tivesse cadeiras boas e que não fossem quebradas”, afirma uma aluna.

    “Já teve caso de criança perder aula, porque não tinha cadeira”, conta a mãe de aluno Edineide Helena da Costa.

  3. Esta na hora de mudar esta corja que ai esta ha nomes de outros partidos como o de Rosalvo… não custa mudar o destino de Petrolina, veja a atuação de Randof como senador…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome