Bolsonaro zera imposto sobre diesel e gás e eleva sobre bancos

5
Foto: reprodução/arquivo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou na noite dessa segunda-feira (1) um decreto e uma medida provisória que zeram as alíquotas de cobrança de impostos federais para o gás de cozinha e o PIS/Cofins para o diesel. A nova tributação entra em vigor imediatamente e, para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, também foi editada uma medida provisória aumentando a tributação sobre instituições financeiras, segundo informou o governo hoje à noite.

A diminuição da alíquota do diesel vale por dois meses, março e abril deste ano.  Em relação ao gás de cozinha, a medida é definitiva e não tem prazo para encerramento. “As duas medidas buscam amenizar os efeitos da volatilidade de preços e oscilações da taxa de câmbio e das cotações do petróleo no mercado internacional”, afirmou o ministério da Economia em comunicado oficial divulgado na noite de hoje.

5 COMENTÁRIOS

  1. hahahahaha, na gasolina que é bom nada, sabe que se não fizer nada os caminhoneiros derrubam o governo moribundo de merd@ dele com uma paralisação.

    É um picareta, demagogo mesmo!

    • Cala a boca só sabe chorar nos comentários kkkkk, chora não BB tomará que aumente tudo e deixem o imposto mais alto possível, tô nem ai kkkkkk

      • Ameba, eu torço é para isso mesmo. Quero ver quem votou nele, assim como quem defende o monopólio da Petrobrás se ferrar bonito.

        Mas deixa eu te contar um segredinho, ameba: ele baixou do diesel por que os caminhoneiros estão em pé de greve, já que o país depende das rodovias, graças a imbecis que tu vota. Uma greve deste nível seria a pá de cal neste governo moribundo.

        • Tô nem ai, voto em qualquer um não importa quem seja se conheço ou não nada fará diferença, e eu quero e tudo com preços bem altos o mais rápido possível kkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

um × três =