Bolsonaro quer ‘tolerância zero’ para elogios de aliados a Lula

por Carlos Britto // 25 de janeiro de 2024 às 08:05

Fotos: reprodução/arquivo

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) está defendendo a tolerância zero à aliados políticos que elogiem, em público, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A informação foi divulgada pela CNN, que apurou que a mensagem já teria sido repassada aos congressistas de direita. Bolsonaro deixou claro que não atuará como cabo eleitoral de quem ensaiar qualquer aproximação com a gestão petista.

A defesa do ex-presidente ocorre após ele ter manifestado incômodo com a postura de dois aliados. O primeiro foi o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto. Em entrevista, o dirigente partidário elogiou o prestígio de Lula.

Após o ocorrido, ambos tiveram uma conversa e, de acordo com relatos feitos à CNN, Bolsonaro pediu a Valdemar para evitar elogios ao mandatário petista. O segundo foi o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), ex-líder do governo na Câmara dos Deputados na gestão bolsonarista. Nas redes sociais, Barros elogiou o programa de estímulo industrial anunciado pelo presidente petista. O ex-presidente não teria gostado de o parlamentar ter afirmado que o plano de financiamento é uma “ótima iniciativa do governo federal”. (Fonte: Jetss)

Bolsonaro quer ‘tolerância zero’ para elogios de aliados a Lula

  1. Sempre Atento disse:

    Tá certíssimo que defende gabiru rato é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Srs leitores e, redatores deste conceituado meio de comunicação. Aproveitando para parabenizar, pela matéria postada, pois, é história e é…