Bolsonaro estuda flexibilizar Lei de Responsabilidade Fiscal para reduzir PIS/Cofins sem compensação

0

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta sexta-feira (12) que quer flexibilizar a Lei de Responsabilidade Fiscal para reduzir o PIS/Cofins sobre combustíveis sem indicar uma compensação financeira. “Pessoal reclama ‘você não reduziu imposto’. Para eu reduzir, pela Lei de Responsabilidade Fiscal que existe, eu tenho que arranjar o que eu reduzir aqui em outro lugar. Eu tenho que fazer a compensação”, disse Bolsonaro a apoiadores na porta do Palácio da Alvorada. O diálogo foi transmitido por um canal simpático ao presidente.

Eu quero ver se no caso que nós vivemos, já que muita gente fala que, situação crítica que vivemos, em parte eu considero, se eu posso reduzir, por exemplo, o PIS/Cofins no combustível e sem a compensação”, disse Bolsonaro. O presidente argumentou que, para cada R$ 0,01 reduzido de PIS/Cofins, são necessários cerca de R$ 700 milhões como compensação.

“Atualmente o diesel está em R$ 0,33, vezes 700, dá uns R$ 23,24 bilhões. Vou tirar da onde? Tem que aumentar imposto onde? Inventar uma CPMF? Não dá. Trocar seis por meia dúzia? Cobrir um santo e descobrir o outro?”, disse Bolsonaro. O presidente também pressionou governadores a reduzir impostos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome