Beneficiária do ‘Minha Casa, Minha Vida’ perde imóvel após vendê-lo por R$ 15 mil em Petrolina

4

001_0Uma beneficiária do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ acabou perdendo o direito ao imóvel após vendê-lo por R$ 15 mil em Petrolina. Segundo informações da prefeitura, a ação aconteceu depois que a Ouvidoria realizou ação junto à Guarda Municipal para cumprir diligência no Residencial Nova Vida. A visita foi realizada após denúncia, encaminhada pela Caixa Econômica Federal, informando que uma beneficiária do programa havia realizado transação comercial para venda de imóvel.

Ao chegar à residência de Rozinira Alves, a equipe foi recebida pelo filho dela. O garoto, de 14 anos, confirmou que a mãe iria se desfazer do imóvel e se mudar para o Recife. O menor afirmou ainda que Rozinira tinha a intenção de abandoná-lo em Petrolina.

Segundo informações da assessoria de comunicação, a proprietária confirmou a venda do imóvel. “A beneficiária do programa Minha Casa Minha Vida confessou que fez o acordo de compra e venda por R$15 mil. Essa prática é totalmente ilegal“, salienta a ouvidora.

A venda ou transferência de unidades habitacionais do programa federal, destinadas à população de baixa renda, é proibida nos primeiros 10 anos, mas Rozinira tinha apenas três anos de recebimento da residência. Por conta disso, será feito o distrato e a proprietária perderá o direito ao imóvel. Já o comprador perderá o que pagou e ambos não poderão mais se inscrever em programas habitacionais.

A prefeitura ressalta que casos de aluguel, venda, repasse ou cedência, mesmo que para familiares, de imóveis do Minha Casa Minha Vida devem ser denunciados para a Ouvidoria, pelo número 156.

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito bem!!!! Atitude da Prefeitura, Caixa Econômica foi louvável!
    Isso também é corrupção, sempre digo que a corrupção é uma questão de caráter, tanto faz ser do povão como ser da elite e tem que ser combatido.

  2. Exatamente, ambos serão punidos. No entanto, já que aconteceu este fato o porque não da prefeitura fazer uma investigação no bairro, pois, segundo os moradores existem muitos mais casos no mesmo local…Prefeitura juntamente de sua ordem pública entrar em ação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome