Base governista na Casa Plínio Amorim emplaca projeto que dispõe sobre diretrizes para elaboração da LOA

1

Não houve surpresas na votação do projeto de lei 018/17, que trata das diretrizes com vistas à elaboração e execução da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2018, na sessão plenária encerrada no final da manhã desta terça-feira (12) na Casa Plínio Amorim. Quem é da base governista, fechou questão em torno da matéria. O mesmo valeu para a oposição.

Por 18 votos a cinco, a matéria foi aprovada conforme parecer da Comissão de Finanças e Orçamento: as 93 emendas aditivas foram aprovadas, com ressalvas a dois itens na emenda 75, de autoria do vereador Gilmar Santos (PT). Ele e sua colega Cristina Costa (PT), como ambos já esperavam, viram suas emendas modificativas também caírem em plenário, assim como já havia sido rejeitada pela Comissão da Casa. De quatro modificativas, três eram de Gilmar, e uma de Cristina.

O petista, inclusive, reclamou de uma maior atenção da Prefeitura de Petrolinapara o segmento cultural do município. Já Cristina lamentou o “tom político” que prevaleceu sobre o remanejamento orçamentário ao qual o prefeito Miguel Coelho (PSB) terá direito, sem pedir autorização ao Legislativo. Cristina manteve o mesmo posicionamento, em relação à atual gestão, daquele visto à época do ex-prefeito Julio Lossio (PMDB), e sugeriu que o remanejamento ficasse em 20%. Mas os governistas, em ampla maioria, aprovaram 40%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome