Bahia: Deputados estaduais lamentam “demora” do governo e devem ficar na oposição

por Carlos Britto // 05 de janeiro de 2023 às 09:56

Foto: Reprodução

Os deputados estaduais do PP devem permanecer na bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) por conta de uma possível “demora” do governo em dialogar com o grupo. Ao Bahia Notícias, lideranças ligadas a alguns estaduais do PP apontaram que “está faltando pulso na articulação” do governador Jerônimo Rodrigues (PT), apesar dele ter “feito um movimento”.

Os “movimentos internos” de diálogo com o grupo foram feitos, pelo ex-governador Rui Costa e pelo atual governador. Porém, as mesmas lideranças indicaram que “não houve nenhum grande avanço nas conversas“, podendo fulminar as chances do partido migrar para a base governista.

Com o fechamento dos espaços na gestão após a definição do secretariado, os parlamentares estariam insatisfeitos com o desfecho e indicando uma “falta de traquejo para Jerônimo” na montagem da base da Casa. “A Assembleia praticamente está dividida. Pode abrir uma CPI. Paralisar a votação. Só o PP, se cada um dos seis [deputados] falarem no plenário, totaliza 3 horas. Isso é muito tempo“, indicou um dos interlocutores.

Um dos principais sintomas foi a ausência dos parlamentares tanto na posse de Jerônimo, quanto na posse dos secretários da gestão. O ajuste entre os deputados seria de não aparecer nas cerimônias e estar, caso quisessem, em atos de transmissão de cargo dos secretários que tivessem maior proximidade. O entendimento do grupo seria que, de fato, o partido não deveria estar “na escala de prioridade“. Mas a ideia seria de que o governo analisasse o “campo de importância“, já que o grupo é composto por seis parlamentares. De acordo com informações obtidas, o governo estaria “cozinhando” o partido e postergando um diálogo para fevereiro. (fonte: Bahia Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.