Audiência promovida pelo MPF discute diagnóstico e efetividade da Rede PEBA no Vale do São Francisco

1
Foto: Ascom PMP/SMS divulgação

Representantes da Secretaria de Saúde de Petrolina participaram de uma audiência pública promovida pelo Ministério Público Federal (MPF) na manhã desta segunda-feira (23). O encontro, que aconteceu no auditório do Fórum Juiz Adaucto José de Melo, teve como objetivo refletir sobre um diagnóstico e a efetividade da Rede Interestadual de Atenção à Saúde Pernambuco-Bahia (PEBA).

De acordo com a secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque, a reunião foi importante para discutir as fragilidades da Rede PEBA, que atende 53 municípios, integrando serviços e buscando otimizar as vagas ofertadas pelos equipamentos de saúde da região.

Colocamos e debatemos sobre os problemas que temos, principalmente, como município sede. Saímos dessa audiência com a expectativa de que as indicações e encaminhamentos sejam executados, lembrando que será supervisionado pelo Ministério Público, porque sabemos da importância da Rede PEBA para a saúde da população“, concluiu.

Participaram do encontro representantes do Ministério da Saúde; dos Ministérios Públicos dos dois Estados, da Central Interestadual de Regulação de Leitos; do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco (COSEMS); das Secretarias Estaduais de Saúde de Pernambuco e da Bahia e das Secretaria Municipais de Saúde de Petrolina e Juazeiro.

1 COMENTÁRIO

  1. Conversa para boi dormir.
    A Tabela SUS está congelada por 15 anos. Aí está o principal problema.
    Os serviços de saúde são caros, inclusive a classe médica que exige grande remuneração (em relação a outras categorias).
    Portanto, se não apertar o Governo Federal esse evento se transforma em jogo para enganar a plateia.
    A regra para a solução é: mais recursos e mais fiscalização.
    O mais é embromação e mi-mi-mi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome