Atendimentos no HDM/Imip serão discutidos em assembleia de médicos

por Carlos Britto // 15 de abril de 2009 às 15:34

O Sindicato dos Médicos de Pernambuco está convocando todos os médicos servidores do município e prestadores de serviços do Hospital Dom Malan (HDM)/Imip e do Hospital de Urgência e Traumas (HUT) para participar da segunda assembleia geral extraordinária, que será realizada hoje (15), às 19 horas, no auditório da Unimed Vale do São Francisco.

Uma das pautas da reunião será a negociação da categoria com a Prefeitura de Petrolina. A outra é uma análise sobre a situação crítica dos atendimentos materno-infantis no HDM/Imip para avaliar qual decisão será tomada. E a última refere-se à situação dos médicos que atuam no HUT.   

O auditório da Unimed Vale do São Francisco localiza-se na Rua do Coliseu, nº 123, Centro.  

Atendimentos no HDM/Imip serão discutidos em assembleia de médicos

  1. ATENTO disse:

    Tomara que dê em alguma coisa, pois o trânsito em Petrolina está insuportável.

  2. Marcelo disse:

    Prezado Carlos,
    vê se te interessa a notícia abaixo…
    abraço

    http://www.aleporto.com.br/blog.php?tema=6&post=1692

  3. o falador disse:

    Petrolina e Juazeiro encontram sérias dificuldades para prencherem seus quadros médicos e no entanto tratam de forma ditatorial aqueles que se dispoem a trabalhar em seus serviços, não é justo que trabalhem sem condições adequadas de trabalho bem como não tenham direitos trabalhistas, afinal o médico é um trabalhador e ser humano como qualquer um, e consequentemente tem direito a férias décimo terceiro etc.

  4. Interessada disse:

    Tá vendo como os médicos se mobilizam rapidinho quando o bicho pega… No IMIP os atendimentos são tantos que os médicos não estão dando conta, mas para o secretário tudo normal, afinal ele ganha o dele só levando a comunidade na conversa…. Fala sério, palavras bonitas sem atitude são uma furada!!!!
    Ainda bem que temos o IMIP, agora como é que será pra população com essa safadeza que estão fazendo querendo reduzir novamente os vamlores do repasse pro IMIP? Vejam bem quanto os médicos do setor privado estão perdendo, gente é muito dinheiro!!!! Mais lóssio e sua trupe precisa se proteger, afinal finaciaram a campanha dele…. me envergonho disso tudo. Tenho nojo de política!!!

  5. Opara disse:

    O modelo de gestão da saúde pública atual é muito melhor do que o anterior. Não podemos deixar que volte ao que era antes. A procura aumentou porque o serviço melhorou, então muitas pessoas de fora estão vindo para Petrolina. O município não pode bancar tudo isso, tem que impor um limite aos gastos, se não vi ter que usar toda a verba com saúde pública, e mesmo assim não vai dar conta. Os médicos têm o direito de exigir seus direitos sim, mas não em querer forçar a barra para que tudo volte ao que era antes. Quanto a alguns comentários acima, devem ser tratados com indiferença, por não servir ao debate.

  6. o falador disse:

    Opara o único digno de ser tratado com indiferença nesse blog é vc. em função de seus comentários infundados

  7. INDIGNADO disse:

    FIQUEI SABENDO QUE ESTAVAM QUERENDO REDUZIR O SALÁRIO DOS MÉDICOS DO HOSPITAL DE TRAUMAS, SE ISSO ACONTECER VAI SER DEMISSÃO EM MASSA, COMO VAI FICAR O ATENDIMENTO PARA A POPULAÇÃO? A SAÚDE TEM QUE SER TRATADA COM PRIORIDADE, MÉDICOS TRABALHANDO ALÉM DE SUAS CAPACIDADES FÍSICAS, SALÁRIOS BAIXOS, PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE TRABALHO, ISSO TUDO SÓ PESA PARA A POPULAÇÃO COM UMA PIORA NO ATENDIMENTO.

  8. Observadora disse:

    Eu espero que a prefeitura e a populacao de Petrolina nao percam esta grande oportunidade de ter o IMIP administrando o Dom Malan; as pessoas que nao conhecem o IMIP em Recife, deveriam conhecer, pra terem nocao do que representa este instituto!!!
    Sera a maior oportunidade de ter um servico eficiente, com medicos preparados para atender a grande demanda da populacao de Petrolina e regiao.
    POR FAVOR, NAO VAMOS PERDER ESTA GRANDE INSTITUICAO NA NOSSA CIDADE!!!!

  9. Opara disse:

    A todo momento os terroristas de plantão jogam bombas. É a nova estratégia!!!!
    Observadora… o grande diferencial não é o IMIP e sim a administração privada dos serviços públicos. Isso é uma amostra que a iniciativa privada pode ser adotada em muitos serviços públicos… sem descaracterizar o institutos do concurso e da estabilidade.

  10. Saúde custa mesmo muito caro. É uma decisão de Governo (no caso principal, o Governo Federal). Colocou na Constituição que “…saúde é DIREITO de todos e DEVER do Estado…”, agora “se vire” para bancar.
    Mas a bem da verdade, o gasto total do Ministério da Saúde – cerca de 48bi no ano passado – foi dividido na seguinte maneira: 8bi em atenção básica e 40bi em média e alta complexidade. Os países desenvolvidos, em sua maioria, fazem exatamente o inverso.
    Agora o que muda mesmo um país é a EDUCAÇÃO. Se hipoteticamente, multiplicassemos por 10 o orçamento da saúde, em 30 anos teríamos uma população saldável e… POBRE!
    Mas se multiplicarmos apenas por 3 ou 4 o orçamento da educação, nos mesmos 30 anos teríamos uma população com renda percapta capaz de “bancar” seus próprios gastos em saúde.
    Repetindo: Só a educação muda um País. Mas como muita gente não pensa assim o Brasil vai “capengando” ano após ano.
    aluilce@terra.com.br

  11. Só corrigindo um erro de português acima: onde se lê “saldável”, por favor, leia-se “saudável”.
    Obrigado:
    aluilce@terra.com.br

  12. rh saude disse:

    Pessoal! Vcs, não acham estranho essa Assembleia acontecer logo na Unimed? Claro que eles não querem que o serviço publico funcione. A Unimed tá abrindo um hospital em Juazeiro e já se preocupa? Não se contentam com 40% da população como cliente de planos privados. Deixem os pobres tambem serem atendidos com Qualidade.
    Aluilce , melhor vc ler o restante do Art. da CF, aliás o capitulo todo (art.196 a 200) a responsabilidade não é só do governo não. releia .

    Já não basta terem construidos hospitais privados ao redor do HDM, tirando tudo de lá, desde o material medico hospitalar até o plantão dividido? Pensam que a população não sabe?

    E esse doutores que chagam na região, “puxando uma cachorrinha” agora querem ignorar o podre? Ponham a mão na consciencia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *