Assassino de fonoaudióloga é condenado a 20 anos de prisão

6

fonoaudiologa-assassinada/Foto reproduçãoEm mais um crime que chocou a população de Petrolina, a justiça condenou ontem (19) Diogo Carvalho Menezes a uma pena de 20 anos em regime fechado.

Diogo é acusado pela morte da fonoaudióloga Silvana de Sá Clementino, no dia 8 de maio do ano passado.

O acusado, que é primo da vítima, confessou ter matado Silvana – com quem, segundo ele, mantinha um relacionamento amoroso. Após investigações, a polícia acabou encontrando o corpo de Silvana dentro do porta-malas do seu carro, nas proximidades de uma pousada às margens da BR-428. Ela tinha sinais de estrangulamento.

A sentença foi proferida pelo juiz da Vara Criminal, Edilson Moura. Diogo vai cumprir quatro anos pelo crime de extorsão (já que tentou pedir um resgate de R$ 150 mil à família de Silvana, que acreditava em sequestro), além de um ano por ocultação de cadáver, mais um ano por falsidade ideológica e 18 anos por crime triplamente qualificado. (Com informações de Evanílson Barbosa/para o Blog)

6 COMENTÁRIOS

  1. Boa Tarde, quero aqui apenas fazer algumas observações, a condenação proferida pelo juiz, foi de 24 anos e não de 20, o valor do pedido pelo sequestro foi de R$ 50,000,00 e não R$ 150.000,00, a sua fonte de informação falhou.

    Grato
    Geneilson Sá

  2. Conheço a família dessa moça que teve um fim trágico.São pessoas dignas, trabalhadoras que sempre honrou seus princípios e respeitou a todos… Essa família não merecia passar por isso.
    Graças a Deus a justiça foi feita, o que acredito trazer um pouco de conforto no meio de tanta dor.

    Muita força e acima de tudo muito de DEUS em suas vidas…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome