Artista plástico de Salgueiro confecciona taça simbólica da Copa do Mundo

0

DSC01018Durante a copa do mundo a taça oficial estará protegida com toda segurança, mas em Salgueiro, no Sertão Central, ela estará visível aos torcedores. Pelo menos uma réplica dela.

É que no município, o artista plástico e professor, Jaime Concerva, filho do carnavalesco Mestre Jaime está confeccionando uma réplica artesanal da taça. Segundo ele, a ideia surgiu desde setembro do ano passado, quando a taça da Fifa começou sua viagem pública por vários países e capitais do Brasil onde aportou por aqui desde abril.

O mais cobiçado troféu do futebol foi feito de ouro maciço e pedras semipreciosas, com 36,8 centímetros de altura. Já a obra artística foi lapidada em blocos de isopor e terá pouco mais 1,2 metro. Em processo de finalização, a peça ganhou camadas de tinta dourada e um produto químico que a deixará com o mesmo brilho como se fosse ouro. “Quando mais parecida com a original melhor para que a gente tenha a mesma sensação realista que nossos atletas já tiveram”, diz Concerva.

Durante a Copa, a ideia do artista é levar a taça para as ruas uma semana antes da abertura, sobre em um quadriciclo. O mascote do mundial, batizado de Fuleco, também vai entrar em cena para acompanhar a taça na temporada dos 64 jogos, incluindo a grande final no dia 13 de julho, no Rio de Janeiro. Ainda segundo o artista, a estratégia comemorativa é também deixar a taça exposta na quadra do Clube Talismã, no bairro da Bomba, onde será colocado uma telão para que os torcedores possam acompanhar cada jogo. (com a colaboração do jornalista Emanuel  Andrade)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome