Artigo do leitor: O Velho Chico e a novela que “desvirtua” o povo nordestino

57

velho-chicoA leitora Magdala Domingues Costa resolveu desabafar contra a “realidade desvirtuada” que a novela da Rede Globo, ‘Velho Chico’, faz do povo nordestino. E ela não deixa de ter razão.

Confiram:

Senhor Carlos Britto,

Sou apenas uma cidadã indignada, apolítica, medianamente instruída e razoavelmente inteligente, que se insurge com o desserviço que a Rede Globo presta ao país retratando aspectos tão medíocres, falsos na novela “Velho Chico”.

Descobri seu blog e venho trazer minha contribuição em nome das duas nordestinas que trabalham comigo, que me pediram que reclamasse, neste português: “não somos burras, nossa gente não é assim, suja, feia”.

O que deveria ser uma ode ao grande rio genuinamente brasileiro, tornou-se uma narrativa tão cretina que elas estão furiosas, ofendidas e já se recusaram a acompanhar a novela…pasme!!

Pediram-me que escrevesse para alguém, protestando, acredite, torno a lhe assegurar.

Tenho 77 anos e prescindo da assistência delas – uma analfabeta, mas de grande sensibilidade – devido a limitações impostas pela minha saúde.

Afora minha visão “elitista”, realmente, não dá para ficar indiferente.

Onde o autor ou diretor de arte, sei lá que nome tenha, foi encontrar os tipos retratados?

Suas roupas maltrapilhas, sujas e suarentas, sugerem que os nordestinos daquelas paragens sejam horrorosos e quase asquerosos. Em pleno século XXI usam telefone celular, possuem uma “cooperativa” onde guardam arquivos e existem vários computadores. Entretanto as empregadas domésticas da fazenda parecem escravas alforriadas, à beira de fogões a lenha e coadores de café pré-históricos.

Como há um viés político que não consegui ainda entender, imagino-me diante de um quadro surrealista, sem a mínima lógica ou objetivo razoável.

Viajei muito pelo mundo dito desenvolvido procurando aprimorar minha instrução, aproveitando todas as oportunidades de enriquecer-me culturalmente. Nesse aspecto sou uma privilegiada, muito agradeço a Deus e busco levar a meus irmãos mais humildes um pouquinho de informação.

Na Noruega conversei com um guia instruidíssimo interessado em saber detalhes da história do Rio São Francisco, curioso sobre as nossas conhecidas carrancas às quais atribuía semelhança com as proas dos navios vikings, etc. Tomou mil anotações sobre o que expliquei como pude. Então o senhor pode imaginar como me sinto com esse achincalhe, no meu ponto de vista. O “coroné” Saruê – interpretado pelo Antonio Fagundes – de tão caricato parece um palhaço de circo mambembe. O coitado do padre é tão sujo e com um chapéu encardido na carapinha desalinhada que ofende a igreja católica mais “progressista”. E por aí vai.

Não há “liberdade de expressão” que justifique tanta mediocridade, nem viés político de esquerda que possa ser levado a sério. Seria interessante que uma produção desse porte, envolvendo vultosos gastos, contribuísse, além de focalizar os aspectos tristes que bem conhecemos e renegamos, como a jagunçada e os problemas das terras, fossem apresentados o que já conquistamos, a produção de frutas etc. Não sei de onde tiraram aquele “sotaque baiano”. Enfim…

A mim ofende o desrespeito à minha brasilidade, mas me incomoda sobremaneira a imagem deturpada que transmite sobre uma região tão bela, rica, de população tão afável e hospitaleira, cujos milhares de representantes migrantes, construíram, humildemente anônimos, as grandes metrópoles, como a que habito. Sou apenas um sussurro, mas empresto essa voz impotente para solicitar a outros mais jovens, como o senhor, que prezem nosso sentimento pátrio e valorizem nossa cultura e tradições.

Cordialmente

Magdala Domingues Costa/Leitora 

(foto/imagem reprodução)

57 COMENTÁRIOS

  1. Eu moro em Juazeiro BA e algumas pessoas se admiram quando digo que não vejo essa novela. Respondo que desde no primeiro capítulo percebi que o enredo estava muito longe de atender às minhas expectativas. Agora, mais do que nunca, sei que acertei. Obrigada, Senhora!

  2. Elena Almeida, faço suas minhas palavras, pois eu nunca soube que no sertão do Velho Chico existiu fazendas de algodão, pelo que conheço da Bahia a única região que até hoje ainda tem alguns pés de algodão é na região sudoeste lá pelas bandas de Guanambi. Outra coisa que nunca fiquei sabendo, posso estar enganado, me corrijam por favor, é que por estas bandas de Petrolina, Juazeiro onde se tem cultivos de frutas existe ou existiu esses tipos que estamos vendo na TV ou seja jagunços matando lavradores, moro aqui já faz 20 anos e meu sogro foi lavrador lá pelas bandas de Rodelas, Itacuruba, Oroco e Cabrobó e nunca me contou nada a esse respeito e olha ele era Caboclo. Portanto o que a Rede Globo está fazendo é uma desinformação ao público que não conhece essa riquíssima região, e tem mais a 1ª face da novela foi gravada no Rio Paraguaçu e teve alguns trechos gravados no Rio Grande do Norte ou seja nada nadicas de nada foi no velho chico. Essa é a GLOBO que alguns babam e batem palmas…

    • Na minha opinião , nem um nordestino que se prese , deveria dar audiência a essa história tão ridícula ! Sou nordestina e já morei por muitos anos no Rio de janeiro e em São Paulo, a maioria das pessoa por lá acham que somos assim, pois a rede globo passa essa imagem do povo nordestino. povo, sem educação, sem classe, sem higiene, e analfabeto. REVOLTADA!!!

  3. Finca a enxada no chão, vamos plantar algodão (Luiz Gonzaga). Viva bossassassa, salve a palhoçaçaça (Caetano Veloso). O que a música do Caetano tem a ver com o ciclo do algodão no nordeste? Eu tambem estou decepcionado com a novela que pensei, retrataria a realidade de ontem e de hoje mais fielmente.

  4. NOVELA É UMA NARRATIVA FICTÍCIA.
    E
    FICÇÃO NÃO SE APEGA MUITO A UMA REALIDADE.
    PENSEM NISTO E RELAÇÕES.
    TEM COISA MAIS PATÉTICA QUE UM ATOR CARIOCA FALANDO NUM SOTAQUE NORDESTINO?
    FICÇÃO DIZ TUDO

  5. isto mesmo acompanho o velho chico. descordo plenamente com a versão da globo ..personagem feio.sem igiene de tudo…nos nordestino não samos assim…..

  6. Parabéns Magdala pelos seus questionamentos excelentes, faço minhas suas palavras não assisto essa novela fico irritada só vendo as chamadas.

  7. Assisti os primeiros capítulos e não gostei, agora sei pq o pessoal do sul e do Sudeste tem tanto preconceito com nós Nordestinos, nos acham sujos e mortos de fome. A grandeeeee Rede Globo que deveria transmitir a verdade faz questão de deturpar. Novela ridícula que não passa verdade e ainda usa o nome do nosso velho Chico sem se importar de fato com sua história, ele é apenas um coadjuvante.

  8. Essa novela é coisa de louco pq as vezes parecer uma novela de época pelas roupas q os atores usam e de repente phaa. … Celulares e televisores de última geração ….Kkkk. E outro dia estava falando sobre isso, das roupas e de outras coisas da novela q ta deixando muita gente (eu) indignado.

  9. só sendo muito ingenuo a ponto de cair nas ações de marketing da rede globo pra acreditar que essa novela representaria a verdadeira cultura do são francisco….mais ingenuo ainda quem andou dando declaração de que a uma novela pífia iria contribuir pra qualquer coisa que fosse em benefício do rio, que continua morrendo enquanto os politicos e seus fãs coxinhas e mortadelas não estão nem ai.

  10. A Novela é uma ficção por isso há plantação de algodão e guerra de famílias utilizando jagunços etc. Vou ratificar: Não trata-se de um documentário sobre o Vale do São Francisco trata-se de uma ficção, novela.

  11. Ao invés de reclamar, vamos pressionar a globo pra melhorar o enredo e apresentar mais imagens do Vale do São Francisco, pois esta é uma oportunidade ÚNICA de alavancarmos o turismo do Vale do São Francisco.

  12. E por ser ficção, tem que deixar nosso povo feio e pobre?! Já não chega o preconceito que os nordestinos sofrem? Por ser ficção deveria retratar então exagerando na beleza e riqueza – ficaríamos melhores na fita! Temos paisagens lindas, pessoas guerreiras. Acho uma novela feia e deixei de assistir. Com certeza não emplacou! Assino embaixo, Magdala!

  13. Pessoal deixem de preocupação…Isso é apenas ficção…É uma livre, é como um livro, ou vocês nunca leram livros…quanta discurssão a toa.

  14. Excelentes observações da Sra. Magdala. A despeito da qualidade cenográfica da produção, os demais elementos são extramente carentes e totalmente dissociados, desconexos, caricatos e discriminatórios. Até quando isso? Até quando a figura da negra na cozinha, nordestina de sotaque carregado na cozinha que mais parece uma senzala? Não me recordo da imagem de um funcionário de fazenda montado em um cavalo, no mínimo em um motocicleta…mas ainda se prende a figura do jagunço…pobre roteiro… A maquiagem carregadíssima discrimina e caricaturiza o povo, como selvagens imundos… As confusões com os ciclos econômicos e seus respectivos lócus são terríveis… A coisa tá medonha… Não devemos emprestar nossas imagens e nossa história para que sejamos tão estigmatizados…Lamentável. profundamente lamentável que o principal veículo de comunicação do país distorça fatos , cenários, personagens e acabe por manipular a opinião pública.

  15. Concordo plenamente que a Globo presta um desserviço, principalmente quando tentam retratar quem somos: Nordestinos e agraciados pelo Velho Chico, mas não “mulambentos” ……

  16. Há muito tempo que a RGT explora o Brasil como um todo. O certo é já não é mais a toda poderosa como antes, por isso que a cada dia perde audiência e está fadada a se tornar mais uma falida, é questão de tempo e este tempo está bem próximo.

  17. Sou gaúcha da região metropolitana de nossa capital, ao ver as chamadas da nova novela comentei em casa o quão rico seria ver a cultura de outras regiões do nosso Brasil, retratada na televisão (pois de RJ e SP já sabemos bastante não é?). Imaginem minha tristeza quando para mim isso mais parece uma peça de teatro daqueles de rua onde os atores precisam exagerar em tudo para serem notados, nas roupas, na linguagem. Bem, respeito e apoio a indignação do povo nordestino, se for para falar de vcs, que seja para elevar. Realmente uma tristeza.?

  18. Nascir e mim criei nas margens do Rio São Francisco,estou indignado como a novela esta mostrando tudo ao contrário da beleza, riqueza que tem na nossa região. Divisa PE , BA, AL e SE. Nunca ouvir falar em nada que a globo esta mostrando na novela .

  19. A novela é mais pra Alice no pais das maravilhas com direito a jagunço, escravos gente feia e sempre suada, sebosa, roupas totalmente fora do contexto da região….
    Acho um desrespeito ao Rio querido pelo seu povo e a historia das inúmeras comunidades que vivem na região por banhada pelo rio.

  20. TOMA!!! TOMA!!! TOMA!!! TOMA!!!

    QUANDO ANUNCIARAM A NOVELA O POVO DAQUI DE PETROLINA SÓ FALTOU BOTAR UM OVO NAQUELE BODÓDROMO, PARECIA QUE TINHA ACABADO DE DESCER DESUSES CELESTIAIS DO ESPAÇO, MUNIDOS DE PODERES ESPECIAIS E QUE NÓS, RELES MORTAIS PETROLINENSES, DEVÍAMOS NOS CURVAR AOS SENHORES, PAGANDO, NAQUELE DIA, R$ 90,00 NUM ARROZ DORMIDO COM UM PEDAÇO DE PELANCA SECA DE BODE QUE NÃO VALE R$ 1,00, E R$ 8,00 NA GARRAFA DE COCA-COLA DE 1L!!!

    TTTOOOMMMAAA, VÃO SUPERVALORIZAR PROFISSÕES ESSE POVO. O BRASILEIRO TEM ESSA MANIA DE ENDEUSAR ATORES DE NOVELAS DESDE OS ANOS 30. JÁ OS PETROLINENSES, É SÓ FALAR QUE É DO SUDESTE, E PRONTO, TEM QUE SE CURVAR POIS SE É DE FORA É RICO, BONITO E IMPORTANTE. TEM COCOTINHA MESMO AQUI EM PETROLINA QUE É SÓ O CARA FALAR QUE É DO RJ OU SP QUE ELA DÁ AO CARA MAIS QUE MAXIXE EM PÉ DE SERRA.

    AGORA ENGULAM!!! E TEM MAIS, NÃO TEM O QUE FAZER VIU, COMO O POVO DAQUI NÃO TEM MORAL NEM COM O PREFEITO, DEIXANDO AS RUAS ALAGADAS DE ESGOTOS E CARROCEIROS QUEIMANDO LIXO EM TERRENOS BALDIOS, DIFICILMENTE TERÃO CHANCE DE APELAR A ALGUM SITE (AVAAZ?) OU ÓRGÃO (MP?) PARA TIRAR A NOVELA DO AR.

    VÃO LÁ ENDEUSAR OS ATORES CAMBADA!!! VÃO LÁ, DESVALORIZE QUEM REALMENTE MERECE (PROFESSORES) E ENDEUSEM ESSES ESCROTOS!!!

  21. A novela e poesia pura, qual o problema com Teatro de rua minha senhora? Luis Fernando carvalho e um gênio da teledramaturgia, faz a diferença sim.

  22. Gente isso é uma obra de ficção , o diretor da novela é mestre nessas caricaturas su reais , quem lembra da pedra do reino e da novela pedacinho de chão ?? Eu sou sertaneja , nascida e criada no sertão das Alagoas na década de 70 e existia sim plantação de algodão em várias cidades do sertão de Alagoas como a cidade de Ouro Branco , hoje realmente não existe mais , mas existiu . Quanto aos coronéis , existiu e conheci alguns famosos até hoje inclusive em Pão de Açucar na beira do são francisco , e eles mandavam matar seus desafetos e concorrentes políticos e rixas de famílias , isso tudo foi real . Bom não assisto com frequencia a novela ,vi mais a primeira fase , mas acho belisssima e um trabalho de qualidade .

  23. Não sou nordestina, mas moro em Maceió/AL há 5 anos e amo esta cidade. Essa novela como todas da Rede Globo é um lixo!! Tudo o que ela faz é para desmoralizar um povo, difamar pessoas, levar ódio, separação e infâmias a casa das pessoas. Não conheço nenhum nordestino que tenha as características das pessoas que são retratadas na novela. #Amo o nordeste e os nordestinos!!!

  24. Querida Magdala Domingues Costa, amei ter lido a sua opinião, porque ela representa o que pensam muitos nordestinos e porque não dizer a muitos brasileiros e eu sou delas. Apesar de viver fora do Brasil e desconhecer a novela, imagino a falta de sensibilidade quanto à cultura nordestina. Embora saibamos que a novela é ficção, também sabemos que podemos usar a ficção para informar e não o contrário. Parabéns e como diz no Nordeste, um xêro :)

  25. So um detalhe como todos suados como bodes , se o coronel e rico tem carro e não tem uma ar condicionado,
    E no nordeste não se fala como Baiano,(agora espia um cabra da molestia ,sera possive , home deixe disso,apois, mas home bote os cabra numa linguagem correta.

  26. Eu não gosto e não costumo acompanhar novelas. Mas não me surpreende que uma novela sobre o nordeste seja assim tão caricata, como essa senhora relatou. Não me surpreende, também, filmes de Hollywood que fazem alguma referência ao Brasil seguirem nessa mesma direção, a de enfatizar as “características” mais ridículas. Preconceito e hipocrisia travestida de boa ação permeiam tudo isso, em qualquer lugar do mundo.

  27. Parabéns Magdala,faço minhas as suas palavras,os personagens não retratam o povo nordestino,ninguém aqui vive naquela sujeira com um celular na mão.Ainda assisti a primeira etapa,esperando vê as paisagens do velho Chico,mas deixei de assistir.

  28. até agora mim pergunto o que a novela que passar para os telespectadores? o velho chico que aos poucos esta morrendo ou o ódio entre famílias por questão de classe social, o personagem da mãe do coronel saruê que mesmo chegando aos 100 anos de idade continua rancorosa. realmente o que a trama passa esta muito longe de ser o nordeste, espere que mudem algo nos próximos capítulos como por exemplo a transposição do velho chico suas causas as conquistas nas vendas dos produtos produzidos no nordeste enfim essa novela esta muito pobre de tudo.

  29. Sou de Porto Alegre/RS… Sobre a novela, acho que tem muita confusão com a atualidade e o que é antigo, ou seja, é de época ou não é… apesar de que no Brasil, estas nuanças ainda exista. Há muitos efeitos de imagens, como as maquiagens, parece bonecos… a realidade/fictícia da história, acredito que muitas coisas aconteciam… esses coronéis, sempre estiveram em vários estados e comandaram muitas regiões… e há ainda regiões que são comandadas por estes coronéis…

    O povo nordestino, têm muitos valores e grandes histórias… grandes heróis… E é um povo digno !

  30. Perdão, povo baiano. Caros nordestinos. Como ficção, novela, como sabemos, é uma obra de ficção ( diferente de documentário). A obra Velho Chico se apresenta com viés SURREALISTA, o que não é sinônimo de falta de sentido. Muito pelo contrário. O povo? Atores que, independente das regiões de origem, encenam um teatro ? global, sim. Com fundamento em uma re-releitura de uma região belíssima, repleta de “mistérios” e encantos. Sugiro apreciarem a fotografia, trilha sonora e atuação dos atores.

  31. Concordo com tudo acima supracitado. Está envergonhado nosso Nordeste, mais uma vez..visto que já somos mais que discriminados por sermos nordestinos ( mortos de fome), agora em tempos atuais na novela, vamos uma miséria sem limites. De fato o elenco está horrivelmente caricaturado em suas próprias feições. Nos respeitem..não é favor. .Mostrem nossas maravilhas, pois eles existem sim.

  32. Mas quem disse que que no Nordeste não tem plantação de algodão? A Região do Oeste da Bahia (Barreiras ,Luiz Eduardo Magalhães etc. etc.. é o maior produtor de algodão do Brasil!

    Em todo Nordeste se plantava e planta algodão algodão tipo arbóreo ( O Nordeste é grande produtor de algodão) que foi dizimado pela praga do bicudo, mas agora estamos plantando o algodão herbáceo com mais tecnologia, tem maias, temos o único algodão colorido do mundo desenvolvido pela EMBRAPA do Nordeste.

    • Sou baiana de Salvador, e li bastante a respeito da novela, foi deixado bem claro que eles nao queriam uma novela tão realista e pesada como a penultima que foi a regra do jogo. É obviu que muita coisa nao condiz com a realidade, mas lógico que ja existiu e provavelmente ainda exista coroneis saruês por ai, em cidades afastadas e pequenas. Eles mostram muita coisa do rio, o cenario lindo, a lenda da cobra, a parte em que mostra o pescador que nao consegue pescar, porem a lenda diz que tem uma criatura que nao gosta de quem toma cachaça… A novela é rica em cultura, tenta ao maximo representar a historia vivida ali, faz um incrivel montagem das cidades, como sao francisco do conde onde eles dizem que é a fazenda dos sá Ribeiros. E o chico criatura que nao dispensa uma fofoca? E os fofoqueiros de salvador sao dessa maneira mesmo, fico pasma, me acabo de rir porque ele imita direitinho os fofoqueiros daqui. Eu nao conheço o rio Chico mas em breve estarei por la e foi atraves da novela que fiquei mesmo curiosa, meus amigos conheceram, aqueles canion, muito lindo. Vamos valorizar a partr boa da novela, quem conhece o nordeste sabe que avançamos bastante e que poucos vivem daquela maneira. Mas que infelizmente como a novela mostra, ainda existe uma desigualdade do “caralho” uns tem muito e outros nao tem nada. Trilha sonora perfeita.

  33. Não sou do nordeste, sou do centro oeste, mas fico arrasado quando vejo nossa principal rede de televisão mostrar tanta coisa feia em suas novelas. Em velho chico: o personagem (Santos) atual, parece um zumbi, de tão feio e mau arrumado, com barba de presidiário, alhias na grobo atores babudo é a regra, da nojo ver esses atores beijando as atrizes. porque sera que tem que ser assim, com aquelas barbas parecem macacos.

  34. Não somente esta novela de ficção, ou não. Mas, a realidade é que muitas programações da globo como a malhacão em seu cap. de 01/11 passado e bem como até outras emissoras, contribuem para informar e formar mal e equivocado o povo do dudeste e sul que até preferem não buscar a verdade do conhecimento, mantendo-se na perfeita ignorância sobre o norte e nordeste do Brasil, gerando e aumentado assim o ódio, o preconceito, mais separação entre os brasileiros e o que é mais triste no ser humano, falta de humildade. A VERDADE É UMA SOMENTE., A GLOBO NÃO DESEJA UM BRASIL LIVRE E DESENVOLVIDO COMO ou melhor que OS ESTADOS UNIDOS, QUE PERMANECEM SEMPRE U N I D O S, e por conseguem ser a grande potência mundial, é simples assim…

  35. A novela apenas tinha uma linguagem também anacrônica, e sua linguagem visual e estética tinham uma proposta diferente, que mostrava o Nordeste por uma outra ótica (descompromissada com a realidade), através de uma estética lúdica, fazendo uso de técnicas do cinema. Isso ficou muito claro e tem várias matérias na internet sobre esse assunto.

  36. A novela apenas tinha uma linguagem também anacrônica, e sua linguagem visual e estética tinham uma proposta diferente, que mostrava o Nordeste por uma outra ótica (descompromissada com a realidade), através de uma estética lúdica, fazendo uso de técnicas do cinema. Isso ficou muito claro e tem várias matérias na internet sobre esse assunto. E dava pra perceber que o nordeste era representado pelo ponto de vista artístico, como uma pintura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

quatro × 5 =